Inter sabe que não pode mais vacilar

O Campeonato Italiano entra na fase mais delicada, com a disputa da 25ª rodada da temporada de 2002-03. Por isso, a ordem na Internazionale é explícita: o time não pode perder pontos em casa, sobretudo se o rival for tecnicamente inferior. A determinação entra em vigor neste domingo, no duelo com o Como, 16 pontos e que divide a lanterna com Piacenza e Torino.O técnico Héctor Cúper e os jogadores têm consciência de que vacilar em partidas como essa é a melhor forma de dar adeus à disputa pelo título. Os milaneses estão com 51 pontos, sustentam o segundo lugar e não admitem a hipótese de ser surpreendidos por uma equipe que luta para não cair. Para espantar a ´zebra´ no estádio San Siro, o treinador opta mais uma vez pela dupla de ataque formada por Batistuta e Vieri.A Lazio perdeu fôlego e, com 42 pontos, praticamente está fora da briga pelo scudetto. Mas procura manter-se entre os quatro primeiros, o que lhe dará o direito de disputar vaga para a próxima Liga dos Campeões. O técnico Roberto Mancini usa raciocínio idêntico ao de seu rival da Inter e avisa que não vai tolerar desatenção ao receber o Empoli, 27 pontos. A Lazio também se concentra na Copa Uefa, já que no meio da semana vai à Turquia para o segundo jogo com o Besiktas, pelas quartas-de-final.O Chievo, em 5º com 41 pontos, recebe o Parma, 6º colocado mas com 36. Os demais jogos são: Bologna (32) x Udinese (36), Brescia (29) x Torino, Perugia (32) x Roma (32) e Piacenza x Atalanta (25).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.