Inter se conforma com empate no Sul na Sul-Americana

Após empatar por 1 a 1 com o Universidad de Chile na noite da última quarta-feira, no Beira-Rio, em Porto Alegre, em sua estreia da Copa Sul-Americana, o Internacional mostrou um discurso conformista, apesar de a equipe agora ser obrigada a vencer ou empatar por dois ou mais gols no confronto de volta, em Santiago, para seguir vivo na competição continental.

AE, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 08h38

Veja também:

tabela Copa Sul-Americana: Calendário e resultados

especialTodas as notícias sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Temos que ver o lado positivo. O time criou várias oportunidades e valeu o espírito de luta no segundo tempo", afirmou o atacante Edu. "Nosso time tem qualidade e técnica, mas está faltando confiança porque os resultados não estão vindo. Quando voltarmos a vencer, tudo volta ao normal", minimizou também o zagueiro Fabiano Eller.

O técnico Tite, por sua vez, admitiu que o Inter ainda não encontrou o seu melhor futebol e que precisa corrigir erros que estão atrapalhando a equipe também no Campeonato Brasileiro. "Estamos em um momento de ajuste. Estamos trabalhando para buscar este ponto de equilíbrio. Agora, por sofrermos gol em casa, vamos ter que buscar a classificação fora de casa", lembrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.