Inter será ofensivo contra o Juventude

A ausência do volante Tinga, suspenso, vai provocar mudanças em dois setores do Internacional - o meio-de-campo e o ataque - e tornar o time mais ofensivo, neste domingo, contra o Juventude, no Beira-Rio. Em vez de escalar um jogador de características semelhantes às de Tinga, o técnico Muricy Ramalho vai colocar o atacante Rafael Sobis no meio-campo, com a expectativa de que ele possa marcar os volantes adversários e também avançar para se juntar a Fernandão e Iarley quando o time estiver com a posse da bola.A estratégia é ter uma formação ofensiva, capaz de aproveitar o fator local e o entusiasmo da torcida, para não dar chance a um adversário que também disputa as primeiras posições do campeonato.Na estréia do técnico Dorival Júnior, que substitui Ivo Wortmann - se transferiu para o Dínamo de Moscou -, o Juventude enfrenta o Inter esperando manter o padrão de jogo. O técnico terá todo o grupo de jogadores à disposição, o que ocorreu poucas vezes com Ivo neste Brasileirão.O ala-direito Magal, que cumpriu suspensão; o zagueiro Naldo, que ficou fora de três jogos devido a uma malsucedida tentativa de romper contrato com o RS Futebol, dono do seu vínculo; e o meia e atacante William, recuperado de lesão, retornam ao time. O atacante Túlio ficará no banco de reservas, assim como o meia Caíco, contratado há cerca de três semanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.