Divulgação
Divulgação

Inter sofre, mas bate Novo Hamburgo e desencanta no Gaúcho

Equipe consegue a primeira vitória em terceira partida do estadual, no Beira-Rio; vitória foi a primeira de Diego Aguirre pelo clube

Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2015 | 19h48

O Inter sofreu, mas enfim venceu o seu primeiro jogo neste Campeonato Gaúcho ao bater o Novo Hamburgo por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Beira-Rio, pela terceira rodada da competição. O único gol da partida foi marcado pelo meia Alex, cobrando pênalti, e deixou a equipe colorada na ponta provisória da tabela, com cinco pontos.

Visando dar ritmo e promover testes na equipe em meio a um calendário pesado que tem pela frente, o técnico Diego Aguirre optou por escalar um time formado quase que praticamente apenas por reservas, e foi assim que ele acabou conquistando a sua primeira vitória sob o comando do time gaúcho.

A principal novidade do Inter neste duelo foi a presença do zagueiro Réver, contratado junto ao Atlético-MG, que fez a sua estreia e acabou dando conta do recado, pois ajudou o time a não levar gols. Isso depois de a equipe ter levado quatro no surpreendente empate por 4 a 4 com o São José, na última quarta-feira, pelo torneio estadual.

No gol, o Inter teve como novidade Muriel, que voltou a jogar depois de se recuperar de lesão sofrida em 2014. Na zaga, Réver fez dupla com Alan Costa, enquanto Léo e Alan Ruschel preencheram as laterais após terem cumprido suspensão. No meio-campo, os garotos Rodrigo Dourado e Bertotto formaram a dupla de volantes, enquanto Carlos Martín Luque, Alex e Valdívia foram os incumbidos pela criação de jogadas no meio-campo e apenas Rafael Moura foi escalado como atacante.

Desfigurado, o Inter sofria para criar boas chances de gol, mas acabou achando o seu gol no final do primeiro tempo. Aos 45 minutos, Léo tabelou com Valdívia e cruzou para a área. Rafael Moura dominou já passando pelo marcador e acabou sendo derrubado. O juiz assinalou o pênalti, que Alex bateu para assegurar o 1 a 0.

Na etapa final, Diego Aguirre promoveu as entradas de Vitinho, Nilmar e Alisson Farias, que ingressaram nos respectivos lugares de Carlos Luque, Rafael Moura e Valdívia. Mas os dois times travaram um duelo truncado e o placar seguiu mesmo no 1 a 0. Pior para o Novo Hamburgo, comandado pelo ex-lateral gremista Roger, que mandou a campo os ex-colorados Bolívar, Magrão, Leandrão e Thiago Humberto.

Na próxima rodada do Campeonato Gaúcho, o Inter terá pela frente o Cruzeiro-POA, quarta-feira, em Gravataí, às 22 horas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato GaúchoInter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.