Inter tenta derrubar o invicto Lecce

Sem Vieri, poupado pelo técnico Roberto Mancini, a Internazionale tenta derrubar a invencibilidade do Lecce, a equipe-sensação desta temporada no Campeonato Italiano, nesta quarta-feira, na abertura da oitava rodada, no campo do adversário. Outros oito jogos estão previstos para esta quarta-feira. A líder Juventus atua quinta-feira contra a Roma.Vieri, na semana passada saiu do jejum depois de ter ficado seis meses sem fazer gols em partidas oficiais, sente dores no tornozelo esquerdo, conseqüência de uma pancada sofrida no clássico sem gols com o Milan, no último final de semana. Outro ausente do jogo é o zagueiro argentino Burdisso.A Inter corre atrás do Lecce: tem 11 pontos, três a menos que seu adversário, que soma 14 e já fez 18 gols, graças à mentalidade ofensiva implantada pelo técnico tcheco Zdenek Zeman, um especialista em treinar equipes do Sul da Itália. Antes ele orientou o Messina, Foggia, Napoli, Salernitana e Avellino. Zeman aposta na juventude de alguns jogadores contratados para esta temporada, como o croata Bjelanovic, o búlgaro Bojinov e o montenegrino Vucinic e o brasileiro Rodney Babu, de 23 anos, que começou no meio de campo e agora é um dos atacantes do vice-líder.A principal preocupação de qualquer time na Itália e também na Europa, quando enfrenta a Inter, é como neutralizar o atacante brasileiro Adriano. Mas no Lecce é diferente, segundo o Bjelanovic: "O segredo do Lecce é que treinamos pensando apenas no nosso plano de jogo, ignorando a forma de o adversário atuar", revelou o atacante croata.O outro clube de Milão, o Milan, tem a obrigação de passar pela Atalanta, que ocupa o último lugar. Os desfalques da equipe são o atacante Inzaghi, que está com o tornozelo esquerdo inchado, e o zagueiro holandês Stam, que também não atuou no último domingo por estar com inflamação nos tendões.Os outros jogos desta quarta-feira: Lazio x Messina, Bologna x Udinese, Brescia x Siena, Cagliari x Parma, Chievo x Sampdoria, Palermo x Livorno e Reggina x Fiorentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.