Ricardo Duarte/SC Internacional
Ricardo Duarte/SC Internacional

Inter tenta esquecer tropeços contra últimos colocados para seguir na briga

Time gaúcho perdeu para Sport e Chapecoense, ambos após sair na frente no placar

Estadao Conteudo

06 Outubro 2018 | 09h42

A derrota da última sexta-feira para o Sport, por 2 a 1, de virada, na Ilha do Retiro, estendeu uma incômoda marca do Internacional neste Campeonato Brasileiro. Afinal, o time gaúcho tem sofrido para vencer nos últimos duelos com os últimos colocados da competição.

Nas quatro últimas rodadas do Brasileirão, o Inter enfrentou três adversários que figuravam na zona de rebaixamento. Fora de casa, perdeu para a Chapecoense e o Sport por 2 a 1, ambos de virada. No Beira-Rio, suou demais para bater o Vitória pelo mesmo placar, também de virada e em jogo marcado por polêmicas da arbitragem.

"Quando a gente perde, a gente fica triste. A gente não veio para perder. A gente continua na parte de cima, continuamos fazendo um campeonato muito regular em termos de pontuação. Quando acontecem as derrotas, é sentar, observar, para que no próximo passo, a gente vença", declarou o técnico Odair Hellmann após a queda na sexta.

Com o resultado, o Inter parou nos 53 pontos, mesmo número do líder Palmeiras, que, no entanto, ainda atua na rodada. Para não deixar os rivais na briga pelo título dispararem, Odair pediu que seus comandados esqueçam o resultado e levantem a cabeça para o duelo direto com o São Paulo no próximo dia 14, no Beira-Rio.

"Assim é a nossa campanha, com nossa regularidade. É não ficar valorizando ou abaixando a cabeça por derrota. Temos que ficar tristes, porque foi uma derrota, mas vamos buscar reação", afirmou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.