Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Inter tenta manter o sonho do título diante do misterioso Sport

Abel Braga tem o retorno de cinco peças importantes para buscar uma vitória no Recife, enquanto adversário tem dúvidas na equipe

Angela Lacerda e Elder Ogliari, Estadão Conteúdo

17 Setembro 2014 | 07h45

A distância de nove pontos do líder Cruzeiro parece não mexer com o Internacional. Ainda sonhando com a taça, o Colorado tenta se aproximar dos mineiros e também do São Paulo ou, ao menos, se manter na perseguição aos dois, na visita ao Sport. O técnico Abel Braga mexe bastante no time para desbancar os misteriosos pernambucanos, às 21 horas, na Arena Pernambuco.

O goleiro Dida retoma a sua posição pelo menos até Muriel se recuperar de contusão. A defesa será a titular com a volta do lateral-direito Gilberto, do zagueiro Juan e do lateral-esquerdo Fabrício, que não enfrentaram o Botafogo. Diogo, Paulão e Alan Ruschel voltam para a reserva.

No meio, Willians, recuperado de contusão, deve jogar, enquanto que Jorge Henrique, que sentiu dores na virilha e era dúvida, fica de fora.

Se Abel Braga confirma as mudanças no Inter, o técnico do Sport, Eduardo Baptista, não definiu o time que entra em campo. Ele conta com o retorno do meia Danilo, que cumpriu suspensão, e do atacante Neto Baiano, que não foi escalado na última rodada depois de ter reclamado por ficar na reserva.

Neto Baiano, que não tem tido bom desempenho no campeonato, não é, no entanto, nome certo para iniciar o jogo. Ele disputa com Diego Souza a posição.

Eduardo Baptista fez um treino fechado nesta terça, quando realizou várias experiências na equipe. No treino aberto, focou nas bolas paradas. O Sport está na sétima colocação com 31 pontos.

Mais conteúdo sobre:
futebolBrasileirãoIntersport

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.