Inter terá Crespo contra o Bayer

O atacante argentino Hernán Crespo poderá ser a grande novidade da Inter de Milão, que busca a classificação contra o Bayer Leverkusen, nesta quarta-feira, na última rodada da segunda fase da Liga dos Campeões. Se vencer, o time italiano, que está no Grupo A, se garante sem depender do resultado do Newcastle contra o Barcelona. Em caso de empate ou derrota, torce para que o time inglês não vença. Recuperado de uma lesão muscular na coxa direita que o afastou dos gramados por dois meses, Crespo foi convocado pelo técnico Héctor Cúper e diz que a decisão de jogar caberá a ele próprio. ?Jogar contra o Bayer depende de mim. Clinicamente estou bem, o problema é que ainda não tenho ritmo e uma lesão desse tipo provoca um certo trauma. Eu diria que estou recuperando a parte psicológica.? A questão que preocupa o técnico Héctor Cúper é que não poderá escalar os atacantes Vieri e Recoba, suspensos, além do argentino Batistuta, que não pode disputar a Liga dos Campeões pela Inter porque já atuou pela Roma. Além disso, Kallon, outra opção para o ataque, está contundido e só volta em abril. O zagueiro Materazzi e o volante Almeyda também estão fora. ?Crespo está uns 50% de sua forma. Ele se recuperou bem, respeitando rigorosamente o programa elaborado pelo departamento médico, sem ter feito nenhuma alteração para que o período de recuperação fosse reduzido?, disse o treinador No ataque, um dois dois entrará em campo: Obafemi Martins, nigeriano de 18 anos, ou Morfeo. Sem nenhum ponto conquistado nesta fase, o eliminado Bayer Leverkusen terá o zagueiro Cris e o centroavante França. Na outra partida da chave, o Newcastle receberá o líder Barcelona. Para chegar às quartas-de-final, o clube inglês necessita da vitória e que a Inter não ganhe do Bayer Leverkusen. A aposta do técnico Bobby Robson mais uma vez é em cima do artilheiro Alan Shearer e do meia peruano Solano, que têm sido os destaques da equipe. Para o Barcelona, a partida serve apenas para cumprir tabela ? o clube catalão já garantiu antecipadamente a primeira colocação do Grupo A. ?Mesmo assim, precisamos ter motivação?, declarou o técnico Radomir Antic. Pelo Grupo B, o Ajax enfrentará a Roma fora de casa e o Valencia receberá o Arsenal. A chave está embolada: Ajax e Arsenal têm sete pontos e ocupam a primeira colocação. Valencia, com seis, é o terceiro. A Roma tem quatro pontos. Ajax e Arsenal se classificam com uma vitória, sem depender de ninguém. O Valencia tem de bater o Arsenal. A Roma, para alcançar as quartas-de-final, precisa ganhar do Ajax e torcer para que o Valencia não vença o Arsenal. O time romano, porém, terá dois desfalques importantes: o zagueiro argentino Samuel e o meia Totti, suspensos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.