Inter tira time B do Gaúcho e demite Enderson Moreira

A diretoria do Internacional agiu rápido após a eliminação nas quartas de final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho, no sábado, e anunciou neste domingo a demissão do técnico Enderson Moreira, que comandava o time B, derrotado pelo Cruzeiro de Porto Alegre, na disputa de pênaltis. Além disso, o Internacional passa a ter um time só, dirigido por Celso Roth.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 11h41

"Esse grupo não será dissolvido, mas não atuará mais pelo Gauchão. Alguns jogadores integrarão imediatamente o plantel principal. A mudança veio por uma expectativa muito grande que não foi atendida. O Inter B foi campeão da Ênio Costamilan e da Copa Sub-23, mas não conseguiu dar sequência ao bom desempenho neste ano", afirmou Roberto Siegmann, vice-presidente de futebol do Internacional.

O dirigente ressaltou que o principal objetivo do time em 2011 é faturar o tricampeonato da Libertadores, mas que nem por isso o Campeonato Gaúcho será deixado de lado. "Por mais que nosso foco principal seja a Copa Libertadores da América, é o Inter que está entrando em campo. Vamos agora enfrentar as dificuldades com um único comando técnico", disse.

A mudança deve provocar uma diminuição do atual elenco do Internacional, com empréstimo e dispensa de jogadores. E os atletas que se destacaram na equipe B, como o meia-atacante Ricardo Goulart, devem ser integrados ao elenco principal. No sábado, a equipe foi eliminada nas quartas de final do primeiro turno do estadual ao perder para o Cruzeiro na disputa de pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.