Ricardo Duarte / S.C. Internacional
Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Inter vai a Recife em busca da liderança para jogar pressão nos rivais paulistas

Cuesta e Edenílson estão suspensos e Damião por lesão muscular, mas Patrick retorna ao time

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2018 | 06h10

O Internacional enfrenta o Sport, nesta sexta-feira, às 19 horas, no Recife, com três objetivos: vencer, assumir a liderança momentânea do Campeonato Brasileiro e jogar pressão sobre Palmeiras e São Paulo, que vão duelar no sábado, em clássico no Morumbi.

Em caso de triunfo do Inter e empate no clássico paulista, o primeiro lugar no Brasileirão volta a ser da equipe gaúcha, que foi campeã brasileira pela última vez em 1979.

O técnico Odair Hellmann vai ter três desfalques de peso na equipe. O zagueiro Víctor Cuesta e o meio-campista Edenilson estão suspensos. O atacante Leandro Damião está fora por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda.

A boa notícia é o retorno de Patrick. "É sempre difícil jogar contra o Sport na Ilha. O importante é fazermos um bom trabalho, nosso time está numa sequência positiva e quem entrar (em campo) tem que dar seu melhor para conquistarmos os três pontos aqui", disse o meio-campista.

No Sport, um dos grandes problemas para o técnico Milton Mendes é decidir o substituto do zagueiro Durval, expulso na última diante do Atlético-MG. Ernando e Léo Ortiz pertencem ao Internacional e não podem atuar por força de contrato. Com isso, o zagueiro Max pode finalmente ganhar uma oportunidade entre os titulares. Contratado no início do ano, ele fez apenas um jogo. O jovem Adryelson, de apenas 20 anos, também treinou e é a outra opção para o setor.

Milton Mendes também pode mexer com a formação tática. Ele gostou da atuação de Michel Bastos - marcou um gol e participou diretamente do outro - e pode apostar no jogador mais avançando, deixando Rafael Marques no banco de reservas. O lateral-esquerdo Sander não participou do último treinamento, mas vai para o jogo. Raul Prata também deve retornar para a lateral direita.

Com três derrotas consecutivas, o Sport segue com 24 pontos e tem a segunda pior campanha da competição, à frente apenas do Paraná, com 17. O Vasco é o primeiro clube fora da zona de rebaixamento, com 30 pontos.

O Inter soma 53 pontos, assim como o Palmeiras, mas perde a liderança no saldo de gols (23 a 18). O São Paulo tem 52 pontos, seguido pelo Grêmio, que tem 50. O quinto lugar é do Flamengo, com 49 pontos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.