Inter vence Bahia no Beira-Rio: 2 a 0

O Internacional venceu o Bahia por 2 a 0 neste sábado, em Porto Alegre, e chegou a sete pontos conquistados no campo no campeonato brasileiro. O clube gaúcho espera ganhar mais dois pontos no tapetão para assumir a liderança isolada da competição com nove pontos. A decisão será tomada na terça-feira, quando o STJD da Confederação Brasileira de Futebol julga o uso irregular de Roberto, na primeira rodada, pela Ponte Preta. O Bahia permanece com apenas um ponto.Todos os planos do técnico Muricy Ramalho deram certo contra o Bahia. O Internacional só não goleou porque chutou três bolas na trave. Improvisado na lateral-direita, Gavilán teve facilidade para apoiar. No meio-campo, Geninho e Flávio conseguiram conter os avanços do adversário e partiram para o ataque diversas vezes, enquanto Cleiton Xavier deu velocidade às jogadas. E os três atacantes cumpriram a determinação de marcar a saída de bola e acompanhar de perto a movimentação dos zagueiros baianos. O primeiro gol do Internacional saiu cedo. Aos três minutos, Daniel Carvalho cobrou falta lançando a bola na área. Wilson cabeceou e estava bem colocado, após rápida confusão na pequena área, para pegar o rebote e chutar para as redes. O time gaúcho perdeu outras três grandes chances no primeiro tempo. Daniel Carvalho chutou uma bola no poste aos 14 minutos e desviou para fora um passe que recebeu de André quando estava livre na pequena área, aos 19 minutos. Aos 35, André também acertou uma bola na trave. O Bahia tentou reagir e chegou a acuar o Internacional do início do segundo tempo. Mas não transformou em chances de gol o aparente domínio territorial. As respostas do Internacional foram mais eficientes, sempre em jogadas de ataque rápidas. Aos 31 minutos Diego partiu para a linha de fundo e cruzou para Nilmar, que havia entrado no lugar de Daniel Carvalho, fazer 2 a 0. E aos 45 minutos Diego acertou o poste pela terceira vez.O jogo teve duas expulsões. A primeira foi do goleiro Emerson, que derrubou Daniel Carvalho quando o atacante partia livre para o gol, aos 21 minutos do segundo tempo. Para recompor a defesa, o técnico Bobô mandou Márcio entrar no lugar do atacante Paulo Sérgio. Doze minutos depois, o volante Flávio acertou uma cotovelada em Preto e também saiu do jogo mais cedo.Inter: Clemer; Gavilán, Wilson, Fernando Cardozo e Edu Silva; Geninho, Flávio e Cleiton Xavier; Diego, André (Cleitão) e Daniel Carvalho (Nilmar). Técnico: Muricy Ramalho.Bahia: Emerson; Guto, Marcelo Souza, Valdomiro e Lino; Otacílio (Luiz Alberto), Ramos, Jair e Preto; Nonato (Marcelo Nicácio) e Paulo Sérgio (Márcio). Técnico: Bobô.Gols: Wilson (I) aos 3 minutos do primeiro tempo, Nilmar (I) aos 31 minutos do segundo tempo.Árbitro: Luis Marcelo Cansian (SP).Cartão vermelho: Flávio (I) e Emerson (B) Cartão amarelo: Clemer, André (I), Guto, Lino, Preto (B).Público: 9.420 pagantes (total: 12.677) Renda: R$ 66.474,00.Local: Beira-Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.