Inter vence Corinthians de virada: 2 a 1

A primeira comemoração foi dos jogadores do Corinthians, que festejaram o gol de Gil com a coreografia de coelhinhos. Mas a alegria final, no domingo de Páscoa, ficou para o Internacional, que venceu por 2 a 1, com dois ?chocolates? de André. Com o resultado deste domingo à tarde, no clássico disputado no Estádio Beira-Rio, os gaúchos foram a 12 pontos e encostou nos líder Atlético-MG (13). Os paulistas têm 5 e voltam a jogar domingo, contra o Flamengo, antes de encarar o River Plate, pela Taça Libertadores da América.Os cálculos de Geninho incluíam quatro pontos nas duas partidas fora de casa durante a semana. Na quarta-feira, o time salvou um, ao empatar por 2 a 2 com o Vasco, depois da desvantagem de 2 a 0. No jogo deste domingo, os outros três estavam garantidos dos 12 minutos, com o gol de Gil, até os 42 da fase inicial, quando André deixou tudo igual. A projeção otimista acabou de vez com a virada, que veio aos 35 minutos do segundo tempo.A frustração em parte foi provocada pelo próprio Corinthians. Com sua formação ideal no momento - o único titular fora de combate é Vampeta -, o campeão paulista começou melhor. O toque de bola era fácil, a troca de passes saía com simplicidade e o gol de Gil foi apenas conseqüência dessa superioridade: Rogério cruzou com efeito, do lado direito, e o atacante subiu livre, de cabeça, sem chance para Clemer.A vantagem relaxou o Corinthians, que subestimou o poder de reação do Inter. O primeiro sinal de alerta apareceu aos 26 minutos, com uma bola mal atrasada por Fábio Luciano que André só não transformou em gol porque Doni saiu bem com os pés. Dois minutos depois, André fez jogada individual, com facilidade, e chutou por cima. Na terceira vez, aos 42, André não perdoou, depois de receber o passe de Daniel Carvalho. "Estamos perdendo bolas na frente", reclamou Rogério, no intervalo.A advertência não adiantou muito, porque os erros continuaram. O Corinthians baixou a guarda e deu espaço para o Inter, que em 13 minutos teve duas chances de saltar à frente, primeiro com André e depois em cobrança de falta de Daniel Carvalho.A mudança se acentuou a partir dos 16 minutos, com a expulsão de Fabinho pelo segundo cartão amarelo. Para não perder força no meio-de-campo, Geninho tirou Leandro e colocou Pingo. O setor não se reequilibrou e o ataque, então limitado a Liedson e Gil, ficou mais isolado. André foi o grande estraga-prazer aos 35 minutos, quando desviou de cabeça, na saída de Doni, depois de vacilada da defesa do Corinthians, que não soube adiantar-se em cobrança de falta. Daí para a frente, o Inter só teve o trabalho de deixar o tempo passar.Ficha TécnicaInternacional ? Clemer; Gavilán, Wilson, Vinicius e Edu Silva; Claiton, Flávio, Cleiton Xavier (Geninho); Diego, André (Newmar) e Daniel Carvalho. Técnico ? Muricy Ramalho.Corinthians ? Doni; Rogério, Anderson, Fábio Luciano e Kléber; Fabrício (Renato), Fabinho e Jorge Wagner (Fumagalli); Leandro (Pingo), Liedson e Gil. Técnico ?Geninho.Gols ? Gil aos 12 e André aos 42 minutos do primeiro tempo. André aos 35 do segundo.Árbitro ? Héber Roberto Lopes.Cartão amarelo ? Diego, Jorge Wagner, Wilson, Pingo, Cleiton XavierCartão vermelho ? FabinhoPúblico e Renda: não divulgadosLocal ? Estádio Beira-Rio (RS)classificação

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.