Interferência estatal em federação pode tirar Ucrânia da Euro 2012, diz Uefa

País organizará torneio a ser realizado no ano que vem em conjunto com a Polônia

Efe

28 de janeiro de 2011 | 16h00

O Comitê Executivo da Uefa anunciou nesta sexta-feira apoiar a Fifa em relação aos problemas ocorridos com a Federação de Futebol da Ucrânia (FFU) e alertou que o país poderá ficar de fora da Eurocopa de 2012, torneio que organizará em conjunto com a Polônia.

O motivo que pode levar à punição é a suposta interferência de autoridades estatais no funcionamento da federação. Se a entidade for suspensa, os clubes filiados a ela não poderão participar das competições da Uefa, assim como as seleções masculina, feminina e de base da Ucrânia.

"Se a FFU for suspensa como membro da Uefa, por opinião unânime do Comitê Executivo, a Ucrânia não poderá disputar a fase final da Euro", disse o comitê em carta enviada à federação.

Além disso, como medida preventiva, a Uefa decidiu que a Ucrânia ficará em um grupo de seis equipes, ao invés de um com cinco, no sorteio da próxima Eurocopa sub-21, que será realizado no dia 3 de fevereiro. A intenção da entidade continental é minimizar possíveis danos em caso de suspensão da federação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.