Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Interino dirige São Caetano no Morumbi

A inesperada saída de Estevam Soares, na quinta-feira, provocou uma situação inusitada no São Caetano. Como Levir Culpi, o novo técnico, vai assumir o cargo somente na terça, o time será comandado pelo interino Dino Camargo neste sábado, na partida contra o São Paulo, no Morumbi.Aos 34 anos, Dino Camargo trabalha como olheiro do São Caetano, em busca de novos talentos, além de já ter sido auxiliar-técnico em vários clubes. E adiantou que não vai fazer loucuras nessa experiência como interino. "Toda mudança de técnico é constrangedora, mas os jogadores também estão acostumados. Pedi a colaboração de todos, mesmo porque o novo comandante vai chegar na próxima semana. Mas ninguém vai deixar de lutar atrás da vitória", avisou."Uma bucha igual essa nunca eu peguei, mas assumi o Londrina, em 2000, na Copa João Havelange, em substituição a Vanderlei Paiva e me dei bem", lembrou Dino Camargo, que é irmão mais velho de Fabiano, goleiro reserva do São Caetano.Trabalho - Na manhã desta sexta-feira, Dino Camargo comandou um treino leve e rápido. Depois, à tarde, a delegação seguiu para São Paulo. Ou seja, o interino teve pouco tempo para arrumar o time depois do empate com o Paraná, quarta-feira à noite, no Anacleto Campanella.Havia ainda uma dúvida em relação ao aproveitamento do meia-atacante Fábio Pinto, mas ele acabou vetado pelo médico Alberto Teixeira devido a uma torção no tornozelo direito sofrida contra o Paraná. Assim, a previsão é de que continue afastado, pelo menos, por mais uma semana. Em seu lugar vai entrar Paulo Miranda.Com 21 pontos, o São Caetano está em 8º lugar no Campeonato Brasileiro. E, mesmo jogando no Morumbi, espera vencer o São Paulo para encostar nos líderes.Futuro - A nova comissão técnica começa a trabalhar só na manhã de terça-feira. Junto com Levir Culpi, foram contratados o auxiliar Cleison Santos e o fisicultor Rodolfo Mehl.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.