Matteo Bazzi; EFE
Matteo Bazzi; EFE

Interino diz que Buffon deve adiar adeus à seleção e defender Itália em março

Goleiro da Juventus foi confirmado para amistosos contra Argentina e a Inglaterra

Estadão Conteúdo

26 Fevereiro 2018 | 14h42

O técnico interino da seleção italiana, Luigi Di Biagio, informou nesta segunda-feira que o goleiro Buffon deverá estar presente na próxima convocação, para os amistosos contra a Argentina e a Inglaterra, em março.

O goleiro de 40 anos havia anunciado a aposentadoria da seleção de seu país após a não classificação para a Copa do Mundo da Rússia de 2018. Em novembro do ano passado, após a derrota para a Suécia na repescagem, ele informou que não entraria mais em campo pela Itália.

"Não estar na Copa do Mundo é uma página feia na nossa história. Minha missão agora é recuperar o entusiasmo da equipe", disse o interino. "Conversei com o Buffon. Sugeri a ele que jogue mais três ou quatro jogos e depois decida sobre a aposentadoria. Ele provavelmente estará na lista em março. Chiellini também fará parte do grupo", acrescentou.

A seleção italiana volta a campo nos amistosos contra a Argentina, marcado para o dia 23 de março, em Manchester, e contra a Inglaterra, dia 27, em Londres. A ideia do treinador é mesclar jovens jogadores com os mais experientes. Por isso, a importância da presença de Buffon, que disputou cinco Copas do Mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.