Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Interino do Santos vê negócio com Milan e Robinho 'complicado'

Claudinei Oliveira afirmou que a negociação e o acerto financeiro com os italianos está 'difícil'

SANCHES FILHO, Agência Estado

09 de julho de 2013 | 18h08

SANTOS - A novela que se tornou a negociação entre Robinho, Santos e Milan ainda deve render muitos capítulos nos próximos dias. Pelo menos foi isso que deu a entender o técnico interino Claudinei Oliveira, que nesta terça-feira afirmou que as conversas entre as duas equipes estão "complicadas", que o acerto ainda está longe de ser finalizado e pode nem acontecer.

"A notícia que eu tenho é que está complicado, que a negociação está difícil, que a negociação do acerto financeiro com o Milan e o Robinho é difícil. Temos que ver a viabilidade do negócio. Se for viável, ótimo. Se não for, vamos tocar", declarou, em entrevista coletiva.

Apesar do pessimismo, o interino não escondeu que espera contar com o atacante em breve. "Não me envolvo muito na negociação pois não cabe a mim. É a direção que vê. Não posso pensar em um atleta que não posso contar, tenho que pensar em quem tenho à disposição. É um ídolo, espero que dê certo, estou preparado para contar com ele e de qualquer forma vamos montar uma equipe competitiva."

Mas essa não é a única novela na qual o Santos está envolvido. Nesta terça-feira, o goleiro Rafael esteve no CT Rei Pelé e fez trabalho físico na academia, apesar de sua venda para o Napoli já ter sido acertada. Ele era esperado na Itália na segunda-feira, mas detalhes burocráticos no acerto de seu contrato emperraram a contratação. Apesar disso, a transferência ainda é dada como certa no clube brasileiro.

"Ele falou que estava por um detalhe ontem (segunda-feira), que ia ser depositado o dinheiro, mas que estava quase certo. Esperamos que tenha todo o sucesso do mundo lá. Está no Santos de 2006 para 2007. Cheguei a acompanhá-lo na base, é um cara batalhador, merece o que conquistou no Santos e vai conquistar coisas maiores na frente", disse Claudinei.

De certo até o momento, apenas as contratações de Mena e Cicinho, que chegaram ao clube durante a paralisação no calendário para a Copa das Confederações. Os dois jogadores no entanto, ainda não devem estrear pelo Santos no confronto desta quarta-feira diante do Crac, às 21h50, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil.

"O Mena já está treinando, já treinou com bola. Hoje (terça) é feriado, o que dificulta a documentação, mas ele só depende do visto de trabalho. O Cicinho não treinou conosco com bola. Assim que se apresentar com a gente no CT vamos ver o estágio físico e técnico. O Mena estará integrado na quinta, e veremos a situação do Cicinho", disse Claudinei Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.