JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Interino elogia 'pegada' do Palmeiras e exalta Kleina

Alberto Valentim deve continuar no comando da equipe na partida contra o Sampaio Corrêa

AE, Agência Estado

11 de maio de 2014 | 11h57

SÃO PAULO - O Palmeiras venceu a primeira partida disputada após a saída do técnico Gilson Kleina na noite de sábado, diante do Goiás, por 2 a 0. No entanto, o treinador, demitido na quinta-feira, não deixou de ser assunto no clube durante o fim de semana. Kleina ganhou elogios do interino Alberto Valentim, que atribuiu o triunfo sobre o Goiás ao trabalho do ex-comandante palmeirense.

"Continuei fazendo o que o Gilson vinha realizando. Tivemos algumas peças diferentes, mas porque o Gilson não teve a oportunidade de tê-las. O Diogo é um exemplo disso, pois ele vinha jogando antes da lesão. Não teve nenhuma mudança do Alberto, foi uma continuidade. O que conversamos antes da partida é que era para nós resgatarmos tudo o que tínhamos feito com o Gilson", declarou Valentim.

"Tínhamos perdido aquilo que o Gilson já tinha feito antes. Fizemos tudo o que estávamos fazendo com ele. Voltamos a ter um futebol com pegada e todo mundo se ajudou. Tínhamos perdido um pouco disso por algumas situações que levaram a isso. Não fiz muito mais do que o Gilson estava fazendo", disse o interino.

Valentim ainda deve ser o treinador do Palmeiras na próxima partida, contra o Sampaio Corrêa, quarta-feira, no Pacaembu, pela Copa do Brasil. A diretoria do Palmeiras já começou a procurar por substitutos para Kleina, mas ainda não indicou nenhum favorito. Vanderlei Luxemburgo, Dorival Júnior e Ney Franco são os mais cotados.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasAlberto Valentim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.