Interino ignora derrota e elogia desempenho do Atlético-MG em Porto Alegre

A derrota por 2 a 1 diante do Grêmio, em Porto Alegre, no último domingo, não foi de todo ruim para o Atlético-MG. Pelo menos foi assim que entendeu o técnico-interino da equipe, Diogo Giacomini, que se mostrou bastante satisfeito com o desempenho de seus comandados mesmo com o resultado negativo.

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2015 | 10h50

"Eu fiquei satisfeito, não tenho nada a reclamar sobre o desempenho da equipe. O primeiro tempo foi equilibrado. No segundo, o Atlético-MG propôs o jogo a todo momento. O Grêmio só finalizou a bola do gol de falta. O Atlético-MG jogou por dentro, teve finalizações e jogadas pelos lados. Fora cinco chances de finalizar na área", analisou.

O resultado colocou a vice-liderança da competição em risco. Agora, o Atlético-MG precisa vencer a Chapecoense em casa, no domingo, para confirmar a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Por mais que o adversário não tenha grandes pretensões em jogo, Giacomini admitiu que espera dificuldade no fim de semana.

"Temos que focar nos treinamentos, estudar a Chapecoense. Sei bem o meu lugar. A direção deixou claro que voltarei para os juniores após esses dois jogos. Os jogadores entendem a importância desse segundo lugar para o clube. Vamos fortes para o jogo contra a Chapecoense", garantiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGDiogo Giacomini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.