Interino sai e Guarani terá auxiliar no comando domingo

Rebaixado à Série A2 do Campeonato Paulista no último final de semana, o Guarani perdeu seu treinador para a rodada final do estadual. Nesta segunda-feira, o técnico interino Paulo Pereira confirmou que deixará o clube após a partida contra o Confiança, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, para assumir como auxiliar do Náutico, comandado por seu irmão Silas.

AE, Agência Estado

15 de abril de 2013 | 20h44

"Pedi para permanecer esta semana aqui no Guarani. Decidi ficar para ajudar neste momento difícil do clube, que tem um jogo muito importante pela frente", afirmou. Na rodada de despedida do Paulista, o time campineiro enfrentará o União Barbarense, no domingo, e deve ser comandado pelo ex-zagueiro Carlinhos, que foi revelado pelo próprio Guarani.

No meio de semana, porém, o Guarani tem um confronto decisivo pela primeira fase da Copa do Brasil. O time perdeu o primeiro jogo por 1 a 0, em Sergipe, e precisa reverter a vantagem no Estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira, já que o Estádio Brinco de Ouro não foi liberado pelo Corpo de Bombeiros.

Esta queda do Guarani deixou o time com nove rebaixamentos em 13 anos. E existe uma pressão muito grande para se formar um time competitivo para o Brasileiro da Série C. Luciano Dias, técnico do Catanduvense, é cotado para o cargo. Ele já dirigiu o Guarani na Série C de 2008, garantindo o acesso para a Série B.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGuarani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.