Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Jardine mantém Lyanco como titular e deixa Lugano na reserva do São Paulo

Interino aposta no jovem zagueiro diante do Botafogo

O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2016 | 20h30

Responsável por comandar o São Paulo pelo segundo jogo consecutivo, enquanto a diretoria tenta a contratação de um novo treinador, André Jardine comandou uma atividade nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, onde surpreendeu ao manter o jovem Lyanco entre os titulares e deixar o experiente Lugano no time reserva visando a partida contra o Botafogo, domingo, às 16h15, no Morumbi.

 

Lugano vinha sendo titular sob o comando de Edgardo Bauza e foi poupado da partida contra o Santa Cruz, domingo passado, no primeiro jogo da equipe sob o comando de Jardine. Em relação ao time da rodada passada, a única alteração feita pelo interino foi a entrada de Wesley no lugar de Hudson, que não participou da atividade por estar com uma indisposição.

O meia Michel Bastos tinha a expectativa de voltar ao time, mas continua com dores musculares e passará os próximos dias fazendo um trabalho especial de recuperação física. Assim, o São Paulo treino com Denis; Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; João Schmidt; Kelvin, Hudson, Thiago Mendes e Cueva; Chavez.

 

Em relação à procura por um treinador, a diretoria ainda tem Ricardo Gomes como plano A e espera formalizar uma proposta nesta sexta-feira, mas o Botafogo já avisou que não aceita liberá-lo sem o pagamento da multa de R$ 1 milhão.

 

E, nesta quinta-feira, foi a vez de Mena falar publicamente que torce pela efetivação de Jardine, como também já fizeram outros atletas. "Jardine vem trabalhando muito bem e trabalhando forte para o grupo assimilar tudo o que ele quer. Ele é um bom treinador e está fazendo o time jogar para frente, dando outra dinâmica. Está muito motivado para ajudar o São Paulo", comentou o chileno.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
São Paulo FC Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.