Interior: Ponte Preta bate Barueri e reverte vantagem

Time de Campinas vence em casa por 2 a 0 e agora pode perder por até um gol para levantar a taça

Agencia Estado

25 de abril de 2009 | 20h43

CAMPINAS - Com gols do zagueiro Gum e do atacante Danilo Neco, a Ponte Preta venceu o Barueri, por 2 a 0, na noite deste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, e ficou mais perto do Título do Interior no Campeonato Paulista.

Veja também:

forum VOTE - Qual time vai ser o campeão paulista de 2009?

especialSantos x Corinthians, o mais antigo clássico paulista

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A vitória permitirá ao time campineiro perder por um gol de diferença para se sagrar campeão. Ao Barueri, que joga em casa na finalíssima do próximo sábado, resta uma vitória por dois gols de diferença para ser bicampeão.

Com formações ofensivas, os dois times fizeram um grande primeiro tempo. Os visitantes quase marcaram com Basílio, a surpresa do técnico Estevam Soares, e depois com o atacante Pedrão. Enquanto isso, a Ponte Preta abriu o marcador com o zagueiro Gum, aos 32 minutos. Ele aproveitou escanteio batido rápido por Juan Marchísio e, sem marcação, anotou de cabeça seu quinto gol no ano.

O ritmo não diminuiu no segundo tempo. E o jogo ainda ficou mais aberto com a expulsão do atacante Basílio, aos nove minutos, por cometer falta e receber o segundo cartão amarelo. Aos 19 minutos, Danilo Neco foi empurrado na área por Leandro Castán e o juiz marcou, acertadamente, pênalti. Na cobrança, o próprio Danilo bateu forte e no alto, sem chances para René, que tem fama de defensor de pênaltis.

O Barueri tentou diminuir o placar, mas cometeu muitos erros. A melhor chance desperdiçada aconteceu aos 24 minutos, quando Pedrão foi puxado por Gum e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, porém, Pedrão bateu fraco e facilitou a defesa do goleiro Gilson, que nem deu rebote.

O zagueiro Gum foi expulso no lance, o que obrigou o técnico Marco Aurélio a recompor sua defesa com a entrada de Marinho no lugar do atacante Mexerica. A partir daí, o time da casa preferiu segurar o resultado e contou com a sorte e com a boa atuação do goleiro Gilson para conseguir um resultado que lhe deixa em boa vantagem para o segundo jogo. A próxima partida será disputada no sábado, na Arena da Barueri, às 18h30.

PONTE PRETA 2 X 0 BARUERI

Ponte Preta - Gilson; Guilherme, Jean, Gum e Marrom; Deda, William, Juan Marchisio (Tinga) e Deivid Dener (André); Danilo Neco e Márcio Mixirica (Marinho). Técnico: Marco Aurélio.

Barueri - Renê; Marcos Pimentel, Daniel Marques, Leandro Castán e Márcio Careca (Xuxa); Ralf, Everton e Thiago Humberto; Basílio, Fernandinho (Luis) e Pedrão. Técnico: Estevam Soares.

Gols - Gum, aos 32 minutos do 1.º tempo, e Danilo Neco (pênalti), aos 19 minutos do 2.º tempo.

Cartões amarelos - Juan Marchisio, Danilo Neco, Guilherme (Ponte Preta); Leandro Castan, Daniel Marques e Xuxa (Barueri).

Cartões vermelhos - Gum (Ponte Preta); Basílio (Barueri).

Árbitro - Luiz Flávio de Oliveira.

Renda - R$ 32.038,00.

Público - 4.876 pagantes.

Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.