Ricardo Duarte/ SC Internacional
Ricardo Duarte/ SC Internacional

Internacional domina, só empata em casa, mas avança como primeiro na Libertadores

No outro jogo da chave, Olimpia faz 6 a 2 no Deportivo Táchira e conquista acesso às oitavas

Redação, Estadão Conteúdo

26 de maio de 2021 | 21h36

Com grande superioridade, o Internacional foi melhor, criou oportunidades, mas não saiu de um empate sem gols com o Always Ready-BOL na noite desta quarta-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pela última rodada do Grupo B na Copa Libertadores da América.

Apesar do empate, o Internacional encerrou a fase de grupos na liderança isolada com dez pontos ganhos. Um ponto a mais que o Olimpia-PAR, que ficou em segundo lugar e que também avançou às oitavas de final após golear o Deportivo Táchira-VEN por 6 a 2. O Táchira, também com nove pontos, ficou em terceiro lugar por conta do saldo de gols (-3 a -1 do Olimpia) e vai entrar nas oitavas da Copa Sul-Americana. Com sete pontos, quatro conquistados diante do Inter, o Always está eliminado.

Curiosamente, o Always Ready foi uma pedra no sapato do Internacional na competição. Isso porque na estreia o time brasileiro já havia perdido por 2 a 0 na Bolívia. E, nesta noite, o Internacional voltou a ter dificuldades para somar os três pontos nos dois jogos.

O primeiro tempo foi de total domínio do Internacional, que teve maior posse de bola, finalizou mais ao gol, mas acabou não conseguindo tirar o zero do placar. Ao Always Ready restou se defender como pôde e contar com a sorte para garantir, ao menos parcialmente, a igualdade.

Logo aos oito minutos, Taison foi para cima da marcação, tocou para Saravia e o jogador finalizou para boa defesa do goleiro Lampe. Não demorou e aos 10 foi a vez de Thiago Galhardo ser acionado e chutar para mais uma intervenção do goleiro adversário.

Os números da partida mostravam a pressão do time brasileiro pelo gol no Beira-Rio. Em determinado momento do jogo, o Internacional chegou a ter 76% de posse de bola. E na última tentativa antes do intervalo, aos 31, Palacios passou pela marcação e finalizou pela linha de fundo.

Na etapa final, o Internacional intensificou as investidas e seguiu dominando as ações em campo. Aos 12 minutos, Saravia arriscou finalização forte e o goleiro Lampe fez linda defesa, evitando o gol colorado.

Contudo, o time brasileiro se expôs em campo e poderia ter sofrido gol aos 18, quando Mosquera saiu em velocidade, invadiu a área e Marcelo Lomba evitou o pior. O lance foi exceção, o mais perigoso do time boliviano até então no confronto.

No restante, o Internacional seguiu no campo ofensivo, apostou na entrada do peruano Paolo Guerrero, mas as oportunidades criadas não conseguiram ser traduzidas em gol e consequentemente com vitória na noite.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 0 ALWAYS READY-BOL

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Saravia, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Léo Borges; Rodrigo Lindoso (Caio Vidal), Edenílson (Rodrigo Dourado) e Nonato (Maurício); Taison, Palacios (Lucas Ramos) e Thiago Galhardo (Paolo Guerrero). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

ALWAYS READY (BOL) - Lampe; Cabrera, Enoumba e Alex Rambal; Rodrigo Ramalho (Roberto Hernández), Saucedo, Cristhian Machado e Flores; Vander (Algarañaz), Mosqueira (Árabe) e Ovejero (Franklin). Técnico: Omar Asad.

ÁRBITRO Patricio Laustau (ARG).

CARTÃO AMARELO - Rodrigo Lindoso.

LOCAL Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.