Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Internacional e São Paulo fazem confronto de times que precisam reagir

Em Porto Alegre, time de Aguirre, que não vence há quatro jogos, encara o de Odair Hellmann, que vence um em quatro

O Estado de S.Paulo

14 Outubro 2018 | 05h00

Há quatro partidas sem vencer e com desempenho muito aquém do que fez no primeiro turno, o São Paulo vai ao Sul para se reerguer contra o Internacional neste domingo, às 16 horas, no Beira-Rio, em duelo decisivo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro

O time paulista amarga três empates seguidos e uma derrota para o rival e atual líder Palmeiras no Morumbi – resultado que quebrou invencibilidade em casa de 16 anos sobre o oponente paulista. O time de Aguirre, que sofre com desfalques, precisa retomar as boas atuações do primeiro turno para continuar a sonhar com a taça. 

Na primeira etapa da competição, o São Paulo empatou sem gols com o Internacional, e alcançou a vice-liderança naquela ocasião. Nos nove jogos seguintes, o time paulista obteve oito vitórias e sofreu apenas uma derrota, encaminhando a subida ao topo da classificação.

“Naquela altura do campeonato, no primeiro turno, ninguém acreditava no São Paulo. Era uma sequência bem difícil e nós mostramos que somos um time experiente, maduro, que sabe lidar com a pressão”, lembrou o lateral-esquerdo Reinaldo. “Tenho certeza de que esse novo momento de baixa passará e já contra o Internacional poderemos começar uma arrancada, que será fundamental para as nossas pretensões no ano.”

Desta vez, o ambiente que precede a partida com ares de decisão é bem diferente no São Paulo. Aguirre tenta trazer algo novo à equipe, que ficou previsível e passou, muitas vezes, a ser dominada pelos rivais, como aconteceu diante do Palmeiras.

A principal mudança em campo deve estar no gol. Sidão, alvo de críticas constantes da torcida, pode perder a vaga para Jean. Aguirre fechou os últimos treinamento (para ninguém ver o que treina e como treina) e alternou os dois goleiros nos trabalhos. Contratado em dezembro do ano passado do Bahia por R$ 10 milhões, Jean chegou a se desentender com Sidão em março. Na ocasião, a diretoria interveio e pediu respeito. 

A outra alteração será o substituto de Everton, que sofreu novo estiramento muscular e ficará fora de combate por pelo menos três semanas. Aguirre testou vários opções e ainda não definiu quem joga. Ele pode optar por avançar Reinaldo, como já fez outras vezes, dar uma chance para Everton Felipe, ou ainda, caso queira um time mais protegido, escalar Liziero para formar um trio de volantes com Hudson e Jucilei. Tréllez ou Gonzalo Carneiro correm por fora. O zagueiro Arboleda também é desfalque, já que está com a seleção do Equador.

O Inter quer se reafirmar hoje na briga pelo título. Um passo importante para isso passa por um triunfo sobre o São Paulo em casa. Com o desempenho caindo, o técnico Odair Hellmann garantiu que está aberto a novas possibilidades na formação, seja de mudança de peças, esquema ou postura de atletas.

“Acho que uma equipe deve sempre estar aberta a situações novas. O que não acredito é você trocar tudo. O conceito é o mesmo, a ideia é a mesma, independentemente do sistema de jogo. Para mim, o mais importante é a consolidação dos conceitos”, disse o treinador.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL X SÃO PAULO

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Fabiano, Emerson Santos, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson e Patrick; Nico López, Pottker e Leandro Damião. Técnico: Odair Hellmann

SÃO PAULO - Jean (Sidão); Bruno Peres, Anderson Martins, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Liziero; Nenê, Rojas e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre

ÁRBITRO - Braulio da Silva Machado (SC)

HORÁRIO - 16H00 

LOCAL - Beira-Rio, em Porto Alegre

TRANSMISSÃO - Globo

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.