Internacional e Vitória tentam reencontrar o rumo em Salvador

Gaúchos querem apagar frustrações recentes e voltar à briga pelo título, enquanto baianos mudam esquema para fugir da lanterna

Elder Ogliari e Tiago Décimo, Estadão Conteúdo

10 Setembro 2014 | 08h33

Pressionados pela necessidade dos três pontos, Internacional e Vitória se enfrentam, às 22 horas, no Barradão, em Salvador. Ambos vivem fase de turbulência no Brasileirão e não podem nem pensar em novo tropeço. Os gaúchos miram voltar à caça ao líder Cruzeiro e os baianos querem deixar a lanterna.

Depois de uma sequência de cinco vitórias que o levaram a ficar a dois pontos do Cruzeiro no dia 17 de agosto, o Inter vem colecionando fracassos. Na Copa Sul-Americana foi eliminado pelo Bahia. E na principal competição nacional, ganhou um e perdeu três dos quatro últimos jogos que disputou. 

Com isso, caiu para o terceiro lugar, com 34 pontos, foi ultrapassado pelo São Paulo, que tem 36, e viu o Cruzeiro se distanciar e chegar a 43. Para o duelo contra o último colocado, o Internacional não contará com o zagueiro Juan, em tratamento fisioterápico, e três jogadores do meio: o volante Willians sofreu uma contusão no pé direito, Aránguiz está na seleção chilena e o armador Alex cumpre suspensão.

O técnico Abel Braga não adiantou a escalação, adotou o mistério ao fechar o treino, mas é provável que confirme Paulão na defesa, Ygor, Valdívia e Jorge Henrique no meio.

Com a corda no pescoço, o Vitória deve mudar seu esquema. Para tentar tirar o time da lanterna - tem apenas 15 pontos, dois a menos que o rival Bahia -, o técnico Ney Franco ensaiou uma equipe com apenas um atacante, Dinei, e com um meio formado por três volantes e dois meias ofensivos.

A preocupação do treinador é com a recomposição do sistema defensivo, que tem se mostrado vulnerável mesmo nas partidas em casa. Além disso, Ney Franco reforçou os treinos defensivos de bola parada, depois de a equipe sofrer dois gols em cobranças de escanteio no último sábado, quando foi derrotada pelo Santos por 3 a 1, em São Paulo.

As boas novidades para o técnico são os retornos do zagueiro Kadu e do meia argentino Escudero, recuperados de lesão. Já o atacante Caio, que está no Vitória emprestado pelo Internacional, não joga por restrições contratuais.

"Apesar da série de seis rodadas sem vencer, estamos confiantes que a partida contra o Inter vai ser o início de uma nova trajetória do time na competição", disse Escudero.

Mais conteúdo sobre:
futebol Brasileirão Inter vitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.