Lucas Uebel/Vipcomm - 13/03/2010
Lucas Uebel/Vipcomm - 13/03/2010

Internacional lamenta vacilos após empate com o Pelotas

Com gol do adversário a poucos minutos do fim da partida, Inter se mantém vice-líder do Grupo 2 do Gaúcho

AE, Agencia Estado

22 de março de 2010 | 11h09

O Internacional perdeu a chance de ficar ao lado do Caxias na liderança do Grupo 2 do segundo turno do Campeonato Gaúcho ao empatar por 2 a 2 com o Pelotas, no último domingo, no Beira-Rio. O resultado foi amargado após a equipe visitante marcar um gol aos 43 minutos do segundo tempo.

"Tivemos inúmeras chances e a equipe deles chegou poucas vezes (ao ataque). Quem não faz, leva. Não tem que ficar lamentando. Demos bobeira e por isso que a time não conseguiu vencer", afirmou o meia Andrezinho.

O discurso do vice-presidente de futebol do Internacional, Fernando Carvalho, seguiu a mesma linha. "Fizemos uma boa partida, sofremos dois gols nas duas únicas chances que eles tiveram. Tivemos muitas chances e o resultado foi injusto", disse o dirigente.

O técnico Jorge Fossati, por sua vez, também lamentou a falta de competência do setor ofensivo do Internacional. "O Inter dominou o jogo todo, não cedeu nem cinco minutos de controle para o adversário. Criamos muitas chances, mas o futebol tem destas coisas. Em termos de volume, não sei se hoje (domingo) não foi o melhor jogo do Inter", disse o treinador.

Já o capitão Guiñazu ressaltou a importância de a equipe manter o foco visando a partida da próxima quarta-feira, contra o São José, fora de casa, pela quinta rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho. "Criamos várias oportunidades, mas não conseguimos ficar com a vitória. Mas estamos tranquilos. Vamos seguir trabalhando forte para melhorar", afirmou.

O Inter está na vice-liderança do Grupo 2 do segundo turno do Campeonato Gaúcho, com oito pontos, dois atrás do líder Caxias, que na quinta-feira encara o Veranópolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.