Fernando Alves / E. C. Juventude
Fernando Alves / E. C. Juventude

Internacional não joga bem e perde do Juventude na primeira semifinal do Gaúcho

Marcos Vinícios marca o único gol da partida em Bento Gonçalves; volta será no próximo sábado

Redação, Estadão Conteúdo

02 de maio de 2021 | 18h28

O Internacional não esteve em um dia inspirado neste domingo e acabou saindo atrás do Juventude por uma vaga na final do Campeonato Gaúcho. O clube alviverde de Caxias do Sul (RS) ganhou por 1 a 0, no estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS), na primeira partida da semifinal.

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo sábado, às 19 horas, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O Juventude tem a vantagem do empate, enquanto que o Internacional precisa ganhar por dois ou mais gols de vantagem, já que a vitória simples leva a decisão para os pênaltis.

Acostumado a trocar muitos passes, o Internacional precisou sair das suas características devido às condições do gramado e encontrava dificuldades para criar lances de perigo. O time comandado pelo técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez abusava das jogadas pelo lado esquerdo, facilitando a marcação do Juventude.

A primeira grande oportunidade do Internacional aconteceu apenas aos 35 minutos. Patrick tentou a jogada individual na entrada da área e foi desarmado. A bola sobrou para Maurício bater de primeira por cima. O meia colorado voltou a assustar na sequencia em finalização rente à trave.

Logo no começo do segundo tempo, Marcos Vinícius recebeu lançamento e ia saindo na cara de Marcelo Lomba, mas acabou adiantando muito a bola, que ficou com o goleiro. Aos 10 minutos, Palacios invadiu a área e caiu após ser desarmado pelo arqueiro Marcelo Carné. O árbitro assinalou pênalti, mas voltou atrás depois de consultar o VAR.

Uma notícia preocupante para o Internacional foi que Patrick sentiu uma lesão muscular na coxa e precisou ser substituído. O time sentiu a saída de um dos seus principais jogadores e viu a situação ficar mais complicada aos 26 minutos. Wescley lançou Marcos Vinícius, que ganhou na velocidade de Rodrigo Dourado e Heitor antes de finalizar. A bola bateu no travessão e entrou para deixar o Juventude na frente do placar.

Em busca pelo menos do empate, o Internacional pressionou e chegou a assustar em cabeçada do atacante Thiago Galhardo, mas não conseguiu balançar as redes de Marcelo Carné.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.