Inter/Site oficial
Inter/Site oficial

Internacional perde do Novo Hamburgo, mas avança às semifinais do Gaúcho

Colorado se classifica mesmo com derrota por 1 a 0 em pleno Beira-Rio

Redação, Estadão Conteúdo

27 de março de 2019 | 23h42

O Internacional passou às semifinais do Campeonato Gaúcho, mas não da forma que a sua torcida esperava. Mesmo jogando no Beira-Rio, nesta quarta-feira, o time comandado por Odair Hellmann perdeu para o Novo Hamburgo por 1 a 0 e só avançou porque no jogo de ida, no Estádio do Vale, tinha vencido por 2 a 0, garantindo melhor saldo de gols nos dois confrontos pelas quartas.

O seu adversário vai sair do confronto entre Caxias e Aimoré, que voltam a se enfrentar, nesta quinta-feira à noite, em Caxias do Sul (RS). No primeiro jogo houve empate por 1 a 1. Portanto, quem vencer avança na competição. Como tem melhor campanha, o Inter fará o primeiro jogo fora de casa no próximo final de semana.

Como era esperado, o jogo começou com o Inter tomando as iniciativas ofensivas, seguindo orientação do técnico Odair Hellmann para manter a intensidade. Mas o time errava muito passes e tinha dificuldade em ultrapassar a bem postada defesa do rival.

A esperança passou a ser Nico López e suas boas avançadas pelo lado direito, verdadeiramente, a melhor opção para chegar ao gol. A primeira chance saiu num chute de longe do argentino Sarrafiore, aos 12 minutos, que obrigou Gustavo a espalmar por cima do gol.

Dentro de sua estratégia de jogar por uma bola, o Novo Hamburgo abriu o placar aos 31 minutos. Após escanteio pelo lado esquerdo, o zagueiro Neuton se antecipou à marcação e desviou de cabeça. O goleiro Marcelo Lomba não sofria um gol há cinco jogos. O Inter só teve uma boa chance para igualar o placar, numa arrancada de Nico, que passou por um zagueiro, invadiu a área e chutou forte para nova defesa de Gustavo.

O colorado voltou mais adiantado no segundo tempo, mas continuou errando passes. Isso gerou nervosismo e facilitou a marcação do adversário. Aos 11 minutos, quase que Nico López empatou. Ele entrou na área em velocidade, passou pelo goleiro, mas o zagueiro salvou quando a bola iria entrar. Odair Hellmann ainda tentou atuar com três atacantes com as entradas de Tréllez e Guilherme Parede.

A pressão, porém, não gerou outras finalizações perigosas. Enquanto isso, o Novo Hamburgo controlava o resultado na esperança de fazer o segundo gol e decidir a vaga nos pênaltis.

A melhor chance do Inter saiu aos 40 minutos, num chute longe e forte de Wellington Silva. A bola iria no ângulo, mas Gustavo salvou e espalmou para escanteio. Uma grande defesa. Mesmo não tendo uma boa atuação, o Inter segue atrás do título gaúcho. No final, o time agradeceu a torcida, também tímida, de pouco mais de 11 mil torcedores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.