Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Internacional se vê superior e lamenta empate na Libertadores

Time gaúcho sofreu um gol nos instantes finais do jogo contra o Emelec, no Equador

AE, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 10h04

O gol sofrido nos instantes finais da partida contra o Emelec, em Guayaquil, impediu que o Internacional a defesa do seu título de 2010 da Libertadores com uma vitória e foi lamentado pelos jogadores e comissão técnica. Para eles, a equipe gaúcha teve atuação ao superior ao time equatoriano e merecia triunfar na estreia no Grupo 6.

"Tivemos um ótimo rendimento dentro de campo. Todos exerceram bem o seu papel. Acabamos levando um gol no final e é isso que fica registrado. Faz parte. Vamos nos concentrar mais para a segunda partida pela Libertadores", comentou o técnico Celso Roth após o empate por 1 a 1.

O volante Wilson Mathias também lamentou o gol sofrido pelo Internacional, mas lembrou que 2010 a equipe apenas empatou, naquela oportunidade por 0 a 0, com o Emelec no Equador. "Faltou atenção, mas o empate foi importante. É um ponto que trazemos. Como foi no ano passado", disse.

O argentino Bolatti admitiu que o empate sofrido diminuiu a alegria pelo gol marcado. "Foi uma lástima do jeito que foi, mas conquistamos um ponto importante aqui no Equador. Fico feliz pela a estreia e com gol", afirmou. "Foi uma estreia bastante positiva. Agora quero continuar trabalhando para conquistar o meu espaço", completou.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Emelec 1 x 1 Internacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.