Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Internacional segura o Grêmio e garante empate em clássico tenso

Rivais ficam no 0 a 0 em duelo com muita confusão na arena do tricolor

Beto Silva, especial para o Estadão Conteúdo

12 Maio 2018 | 18h30

A defesa do Internacional fez uma ótima partida, segurou o ataque do Grêmio e garantiu o empate por 0 a 0, na tarde deste sábado, na arena adversária, em jogo tenso válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Com o ponto conquistado fora de casa, o time colorado fica na 13ª posição, com cinco pontos. Apesar do empate com gosto de derrota, a equipe tricolor sobe três colocações e dorme na vice-liderança da competição, com oito pontos.

+ TEMPO REAL - Grêmio 0 x 0 Internacional

+ Torcedor é agredido após jogar sinalizador em campo

Antes de a bola rolar no Gre-Nal 416, os times e as duas torcidas renderam homenagem ao ex-presidente tricolor e do Clube dos 13, Fábio Koff, que morreu quinta-feira, aos 86 anos. Mas bastou o árbitro apitar o início da partida para que a aparente sintonia de fora de campo desse lugar à tensão dentro das quatro linhas.

Logo aos 2 minutos veio a primeira confusão. Cuesta acertou Luan e os jogadores discutiram no meio-campo. Foram apartados pelo juiz Wilton Pereira Sampaio. Entradas duras e as farpas entre os jogadores deram o tom durante todo o jogo.

O Grêmio foi mais time ao longo dos 90 minutos. Buscou o gol a todo instante, com triangulações de Arthur, Alison e Luan. Jogou no campo de ataque, mas sem agredir o rival. Pouco entrou na área do Inter.

Mesmo que seja estratégia, chama atenção como o Inter não consegue ficar com a bola. Grêmio domina amplamente o jogo, embora com poucos espaços na entrada da área.

Com Inter bem encaixado na marcação, Luan recuou para tentar construir as jogadas. Os volantes Maicon e Arthur avançaram em busca de espaço ofensivo. Mas nada disso superou a barreira colorada, que contou com boa atuação do lateral Zeca, fechando pelo meio a pedido do técnico Odair Hellman. Zeca, por sinal, fez a sua estreia com a camisa colorada neste sábado.

Sem D'Alessandro, com dores musculares, faltou qualidade ao Inter para ficar com a bola, trocar passes e envolver o adversário. A proposta do colorado de jogar fechado, com marcação atrás da linha divisória do gramado, foi eficiente.

Apesar de o Grêmio ter cerca de 70% de posse de bola, não criou muitas chances reais de gol. No fim do primeiro tempo, o zagueiro Geromel cabeceou com perigo, após escanteio batido da esquerda. Os gremistas também reclamaram pênalti sobre o lateral Cortez, mas o árbitro mandou seguir.

O Grêmio voltou mais agressivo na segunda etapa. Logo no primeiro minuto, Luan cruzou pela direita e o atacante André, na linha da pequena área, sozinho, finalizou de pé esquerdo por cima do gol.

Depois disso foi praticamente jogo de ataque contra defesa. Aos 35 minutos, o lance mais perigoso. Após escanteio, Madson cabeceou e Danilo Fernandes fez ótima defesa. No rebote, Geromel desperdiçou.

Com o bloqueio dos jogadores do Inter na frente da área, a equipe do técnico Renato Gaúcho virava a bola de um lado para outro para abrir espaços na trincheira adversária. Os chutes de Luan e Allison assustaram o goleiro Danilo Fernandes.

No último lance da partida, em ataque do Grêmio, torcedores jogaram um sinalizador para dentro do gramado. No fim, prevaleceu a defesa do Inter sobre o ataque do Grêmio e a partida terminou 0 a 0. Após o apito final, confusão entre D'Alessandro, que estava no banco de reservas, e Luan, na saída do campo, mas sem consequências.

Na sequência do Brasileirão, o Inter pega a Chapecoense, dia 21, no Beira-Rio. Já o Grêmio visita o Paraná, dia 20. Antes, na terça-feira, encara o Monagas, na Venezuela, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 0 X 0 INTERNACIONAL

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Madson, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Arthur (Cícero), Alisson e Luan; Everton (Lima) e André (Thonny Anderson). Técnico: Renato Gaúcho.

INTERNACIONAL - Danilo Fernandes; Fabiano, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Patrick, Lucca, Zeca (Gabriel Dias) e Rossi (Juan Alano); Leandro Damião (Brenner). Técnico: Odair Hellman.

CARTÕES AMARELOS - André, Maicon e Kannemann (Grêmio); Patrick, Lucca e Leandro Damião (Internacional).

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO).

RENDA - R$ 1.636.169,00.

PÚBLICO - 51.870 torcedores.

RENDA - Não divulgada.

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.