Internacional também vai recorrer à Fifa

Seguindo exemplo do Santos, a diretoria do Internacional também estuda a possibilidade de recorrer à Fifa, contra a anulação dos 11 jogos do Campeonato Brasileiro apitados pelo ex-árbitro Edilson Pereira de Carvalho e que estão sob suspeita de manipulação. O clube gaúcho prepara um relatório a ser enviado ao Tribunal de Arbitragem da entidade ?dando ciência à Fifa? sobre o encaminhamento que a justiça esportiva brasileria vem dando ao caso, segundo explicou nesta sexta-feira, o diretor jurídico do Inter, Daniel Cravo de Souza. O diretor disse, no entanto, que não está descartada a possibilidade de o clube pedir formalmente à Fifa, a suspensão da decisão do STJD que anulou os jogos. A direção do Inter entende que ao anular as partidas apitadas por Edílson, o tribunal esportivo brasileiro contrariou ?objetivos fundamentais? da Fifa, segundo os quais, o resultado de campo só é alterado em casos altamente excepcionais. ?A regra é claríssima. O resultado só pode ser anulado se houver prova cabal de fraude. Além disso, já ficou claro que em alguns casos ele não conseguiu a alteração pretendida?, disse o advogado gaúcho.?Precisamos tomar cuidado também com o precedente aberto com essa decisão (anulação). Imagine se no final do campeonato, surge um árbitro sob suspeita. Como vai ficar? Vamos anular o campeonato??, advertiu.Na quarta-feira a diretoria do Santos já havia manifestado a inteção de recorrer à Fifa contra a anulação de seu jogo contra o Corinthians - realizado no dia 31 de julho e remarcado para o dia 13 de outubro. De acordo com o advogado Marcílio Krieger - especialista em direito esportivo contratado pelo clube paulista - a tese da defesa já está pronta. O clube considera não haver nos autos, qualquer indício de que a partida tenha sido manipulada. A decisão de anular os 11 jogos foi tomada em caráter provisório pelo presidente Luiz Zveiter no dia 2 de outubro e confirmada esta semana pela 1ª Comissão Disciplinar do STJD. A medida será analisada agora pelo plenário do tribunal, provavelmente na quinta-feira da semana que vem. As chances de ser confirmada são grandes e a partir daí não haverá mais possibilidade de recurso.Por conta disso, na esfera esportiva, restará a Santos e Internacional, apelar apenas ao comitê de arbitragem da Fifa.

Agencia Estado,

21 de outubro de 2005 | 10h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.