SC Internacional
SC Internacional

Internacional vence o Goiás fora de casa pelo Brasileirão e chega a 16 jogos de invencibilidade

Conjunto colorado reencontrou o bom futebol desde a chegada de Mano Menezes ao comando técnico

Redação, Estadão Conteúdo

15 de junho de 2022 | 22h44

O Internacional de Mano Menezes chegou ao 16º jogo sem derrota nesta quarta-feira, quando venceu o Goiás, por 2 a 1, no estádio do Serrinha, em Goiânia, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gaúchos tiveram mais uma atuação regular durante os 90 minutos.

Nos últimos 16 jogos, o Internacional venceu oito e empatou outros oito, recuperando a autoestima e confiança na temporada. O time segue em terceiro lugar, agora com 21 pontos - um atrás do Palmeiras, com 22, mas que ainda jogará na rodada.

Já o Goiás conheceu sua primeira derrota como mandante no campeonato e chegou ao terceiro jogo sem vitória, caindo para o 15º lugar, com 14 pontos. Dois pontos a mais que o Botafogo (17º), mas que ainda jogará, com chance passar o time goiano na classificação.

O primeiro tempo começou com muitas alternativas e o Goiás acertando a trave logo no minuto inicial, quando Elvis cobrou escanteio fechado e acertou o poste direito. O Internacional não ficou atrás e respondeu com gol aos sete minutos, quando Moisés cruzou da esquerda e Edenílson finalizou rasteiro.

A vantagem deu tranquilidade ao Internacional, que esteve muito organizado e encaixou a marcação sem dar espaços ao Goiás. Tanto é que o time da casa voltou a assustar somente aos 30 minutos, quando a zaga gaúcha afastou mal a bola e Da Silva finalizou no canto, obrigando boa defesa de Daniel.

Antes do intervalo, o Goiás aumentou as investidas e chegou ao gol de empate pelo alto. Aos 40 minutos, Elvis cobrou escanteio pelo lado esquerdo, Da Silva ganhou da marcação e cabeceou sem chances de defesa, marcando apenas seu segundo gol na temporada.

No segundo tempo, o Internacional seguiu sendo efetivo com a bola nos pés. Logo no primeiro minuto, David recebeu na linha de fundo e cruzou para a área. A bola passou por toda a marcação e caiu nos pés de Alan Patrick, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

O segundo gol do Internacional caiu como uma ducha de água fria no Goiás, que não conseguiu reagir. Para piorar, muitos jogadores apresentaram desgaste físico e prejudicaram a ideia de buscar ao menos o empate em casa.

Tudo isso facilitou a vida do Internacional, que se aproveitou do confronto truncado. Nos minutos finais, com o Goiás no ataque, os visitantes tiveram duas chances de matar a partida. Aos 42, com Alemão, e aos 43, com Maurício, ambas em cima do bom goleiro Tadeu, que evitou placar mais elástico.

O Goiás volta a campo no domingo para enfrentar o Corinthians, às 16 horas, na Neo Química Arena, em São Paulo. Já o Internacional, no domingo, receberá o Botafogo, às 18 horas, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1 X 2 INTERNACIONAL

GOIÁS - Tadeu; Reynaldo (Pedro Junqueira), Da Silva e Caetano; Diego, Matheus Sales (Auremir), Caio (Luan Dias), Elvis e Dadá Belmonte; Vinicius (Vitor Hugo) e Pedro Raul (Renato Júnior). Técnico: Jair Ventura.

INTERNACIONAL - Daniel; Bustos (Rodrigo Moledo), Vitão, Mercado e Moisés; Gabriel, Johnny (Liziero), Edenílson, Alan Patrick (Maurício) e Wanderson (Pedro Henrique); David (Alemão). Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Edenílson, aos 7; e Da Silva, aos 40 minutos do primeiro tempo. Alan Patrick, a 1 minuto do segundo tempo.

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

CARTÕES AMARELOS - Reynaldo, Matheus Sales, Luan Dias e Renato Júnior (Goiás); Daniel, Moisés e Liziero (Internacional).

PÚBLICO - 7.689 pagantes (8.892 presentes).

RENDA - R$ 233.520,00.

LOCAL - Estádio do Serrinha, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.