Divulgação/Vipcomm
Divulgação/Vipcomm

Internacional vira sobre Coritiba e sai na frente no Beira-Rio

Apesar de perder Nilmar machucado no 1.º tempo, time gaúcho faz 3 a 1 e pode até perder o jogo de volta

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

28 de maio de 2009 | 00h21

O Internacional venceu o Coritiba por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Estádio Beira-Rio, pelas semifinais da Copa do Brasil. Com o resultado, o time gaúcho pode até perder o jogo de volta, na próxima quarta-feira, em Curitiba, por um gol de diferença para se classificar para a decisão.

 

Veja também:

especialCopa do Brasil: leia mais no canal

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Mesmo sem seu parceiro Nilmar, substituído por Alecsandro aos 36 minutos do primeiro tempo, por contusão, o atacante Taison fez a diferença, destruindo a bem montada estratégia do Coritiba com sua participação decisiva nos três gols do Internacional.

Por todo o primeiro tempo e durante os primeiros 15 minutos do segundo tempo o Coritiba viveu a ilusão de que poderia sair do Beira-Rio com um bom resultado. Atento na marcação, o time visitante soube se antecipar aos habilidosos Andrezinho, D''Alessandro, Taison e Nilmar e depois Alecsandro. E bloqueou a veloz e perigosa troca de passes em alta velocidade do Internacional.

 Internacional 3
Lauro; Bolívar, Índio, Álvaro e Kléber; Sandro, Magrão    , Andrezinho (Marcelo Cordeiro) e D'Aessandro     (Glaydson); Taison e Nilmar (Alecsandro)
Técnico: Tite
 Coritiba 1
Vanderlei; Pereira, Rodrigo Mancha e Felipe    ; Márcio Gabriel    , Leandro Donizeti    , Carlinhos Paraíba, Pedro Ken (Cleiton) e Vicente; Ariel (Hugo) e Marcos Aurélio (Ramón)
Técnico: Renê Simões
Gols: Marcos Aurélio, aos 14, e Taison aos 21 minutos do primeiro tempo; Alecsandro, aos 15, e Andrezinho, aos 17 minutos do segundo tempo

Árbitro: Salvio Spinola Fagundes Filho (SP)

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

O plano do técnico Renê Simões estava dando tão certo que aos 14 minutos do primeiro tempo o Coritiba abriu o placar, num cruzamento de Márcio Gabriel que encontrou Marcos Aurélio bem colocado, dentro da área, para desviar do goleiro Lauro.

O Internacional empatou aos 21 minutos, em jogada de sua dupla de atacantes. Nilmar recebeu lançamento na área e ajeitou para Taison marcar. O empate por 1 a 1 ainda interessava ao Coritiba, que poderia empatar por 0 a 0 o jogo da volta, em sua casa, para se classificar para a final.

O jogo seguiu equilibrado até os 15 minutos do segundo tempo, até que Taison arrancou em alta velocidade, escapou de quatro marcadores e inverteu a jogada para Alecsandro, livre, chutar cruzado e virar o placar para 2 a 1. O Coritiba ainda tentava se recuperar do baque quando Taison, sempre ele, recebeu de Sandro, foi à linha de fundo e passou para Alecsandro, que lançou a bola no peito de Andrezinho. O meia dominou e chutou no canto para marcar o terceiro gol e fechar o placar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.