Internazionale e Napoli goleiam em casa pelo Italiano

Depois de três jogos na abertura da 1.ª rodada do Campeonato Italiano - que não foi realizada no final de agosto por causa da greve dos jogadores - com apenas 2 gols, o torcedor pôde ver uma chuva de gols nas outras sete partidas desta quarta-feira. Mesmo com o empate sem gols entre Lazio e Chievo Verona, em Roma, foram nada menos que 29 gols.

AE, Agência Estado

21 de dezembro de 2011 | 19h53

O maior destaque foi o Napoli, que aplicou uma goleada de 6 a 1 sobre o Genoa, no estádio San Paolo, em Nápoles. O centroavante uruguaio Cavani, mais uma vez, marcou dois gols - ambos no primeiro tempo - e chegou a nove na competição. Os outros foram marcados pelo eslovaco Hamsik, pelo macedônio Pandev, pelo uruguaio Gargano e pelo colombiano Zuniga. O time de Gênova descontou com Jorquera.

O resultado deixou o Napoli na sexta colocação, com 24 pontos, dois atrás da Internazionale, que figura em quinto lugar. Nesta quarta, a equipe de Milão sofreu no início, mas goleou o lanterna Lecce por 4 a 1, no estádio Giuseppe Meazza. Muriel abriu o placar para os visitantes, mas a Internazionale virou com os gols de Pazzini, Milito, Cambiano e Alvarez.

Quem também mostrou que está em boa fase foi a Roma. Depois de bater o Napoli como visitante, a equipe da capital foi até Bologna e derrotou os donos da casa por 2 a 0. Com os gols do volante brasileiro Taddei (ex-Palmeiras) e do atacante argentino Osvaldo, a Roma chegou aos 24 pontos, em sétimo lugar.

Em Bérgamo, a Atalanta também aplicou uma goleada. Com um gol de pênalti do centroavante argentino Germán Denis, artilheiro do campeonato com 12 gols, a equipe da casa derrotou o vice-lanterna Cesena por 4 a 1. Em outros jogos, dois empates: 2 a 2 para Novara e Palermo, em Novara, e 3 a 3 entre Parma e Catania, em Parma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.