Invasor de vestiário inglês paga multa e está livre

O torcedor inglês que entrou no vestiário da Inglaterra após o empate por 0 a 0 com a Argélia, em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo da África do Sul, no Estádio Green Point, é um homem livre depois que um magistrado da Cidade do Cabo retirou as acusações contra ele.

AE-AP, Agência Estado

30 de junho de 2010 | 06h45

Pavlos Joseph pagou uma multa de US$ 100 ao admitir a sua culpa no incidente e assim as acusações foram retiradas. Depois de entrar no vestiário, Joseph confrontou o astro David Beckham e disse que o desempenho da Inglaterra havia sido uma "desgraça".

O jornalista britânico acusado de conspirar na transgressão será obrigado a comparecer a um tribunal no próximo mês após ter pago uma fiança de US$ 390. A polícia acredita que Simon Wright orquestrou a trama para constranger as operações de segurança da Copa do Mundo da África do Sul. Seu jornal, o Sunday Mirror, nega as acusações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.