Investigações apontam desvio de R$ 2 milhões na era Dualib

juiz Marcelo Semes, da 15.ª Vara Criminal, acredita que o resultado será enviado à Justiça em 2 semanas

Cosme Rímoli, Jornal da Tarde

26 de fevereiro de 2008 | 21h35

As investigações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo apontam que cerca de R$ 2 milhões teriam sido desviados dos cofres do Corinthians durante a administração Alberto Dualib, por meio de notas fiscais frias. Veja também: André Santos esquenta clássico: 'Valdivia simula faltas'  Finazzi pode ser a surpresa do Corinthians para o clássico Neto é barrado ao tentar renovar carteirinha do Corinthians O presidente Andrés Sanchez aguarda uma notificação da Justiça a respeito das investigações. O juiz Marcelo Semes, da 15.ª Vara Criminal, acredita que o resultado será enviado à Justiça em duas semanas. Os advogados de Dualib, por sua vez, só esperam a conclusão formal das investigações para defender o ex-presidente, que pode ter pedida sua expulsão do quadro de sócios do clube. Na Justiça Desportiva, Andrés será julgado nesta quarta, pelo STJD, pelo fato de o Corinthians ter atrasado o início do jogo da última rodada do Brasileiro de 2007, diante do Grêmio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.