Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Invicto como visitante, Corinthians encara Chape para encerrar sequência de empates

Comandados de Sylvinho tentam se aproveitar de mau momento da equipe de Chapecó para somar mais três pontos no Brasileirão

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2021 | 05h00

O Corinthians enfrenta a Chapecoense nesta quinta-feira, às 21 horas, com dois desafios em mente: melhorar o desempenho ofensivo e encerrar a sequência de três empates no Brasileirão. Para isso, aposta no forte sistema defensivo, a grande virtude da equipe de Sylvinho no campeonato, e também nos bons resultados conquistados como visitante. O jogo na Arena Condá, em Chapecó, diante de um rival que ainda não venceu e está afundado na zona de rebaixamento, encerra a décima rodada.

O Corinthians vem de empates com Fluminense, São Paulo e Internacional, soma 11 pontos em 27 disputados e figura na segunda parte da tabela, fora, no momento, até da zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

Jô reconhece que os tropeços incomodam a equipe. "A gente teve dois jogos em casa e não foi o que a gente imaginava. Devíamos ter feito de quatro a seis pontos e deixamos escapar, acabamos empatando as duas e agora temos de buscar esses pontos fora", afirmou.

A ideia é buscar fora os pontos que perdeu na Neo Química Arena, onde tem decepcionado. Jogar como visitante, aliás, tem sido bom. Nessa condição, o time alvinegro ainda não foi derrotado no torneio. Ganhou do América-MG e empatou com Palmeiras, Bahia e Fluminense. Somou 50% dos pontos longe de Itaquera. "Já tive oportunidade de jogar lá e é um time que tem muita força. Temos de ir com cautela, mas buscar os pontos para não ficar para trás na classificação", ressaltou Jô.

Uma das qualidades do Corinthians no Brasileirão é a atuação defensiva. A zaga, formada pelo jovem João Victor e o veterano Gil, só levou sete gols em nove partidas. "Vamos brigar lá em cima", prometeu o confiante João Victor. "Depois vocês vão ver onde vamos terminar o campeonato."

Além da Chapecoense, o Corinthians ainda visita o Fortaleza no domingo e a ordem é somar pelo menos quatro pontos. Sylvinho utilizou os últimos treinamentos para tentar aperfeiçoar a produção ofensiva e deve promover o retorno de Gabriel no lugar do suspenso Roni.

Entre os relacionados, as novidades são dois garotos: o lateral-direito Matheus Alexandre, de 22 anos, que jogou o Paulistão pela Inter de Limeira, e o volante Du Queiroz, de 21 anos, do time sub-23. O atacante Léo Natel segue em transição com a preparação física e ainda é desfalque.

CHAPECOENSE

Em busca da primeira vitória no Brasileirão, a Chapecoense tem um desfalque certo para o duelo desta quinta-feira. O técnico Jair Ventura não poderá contar com o zagueiro Derlan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No entanto, por outro lado, terá o retorno de Ignacio, este não atuou contra o Bahia por questões contratuais.

Esta não deverá ser a única mudança de Jair Ventura. Ele apostará em peças novas para enfim desencantar. Não seria uma surpresa se Felipe Baxola e Geuvânio iniciassem o duelo entre os titulares. Kaio Nunes e Fernandinho deixariam o time.

O treinador optou por fazer vários testes durante a semana para tentar achar a formação ideal. Há ainda a possibilidade de Anselmo Ramon atuar ao lado de Perotti, mas está um pouco mais remota. A decisão ficará para minutos antes de a bola rolar. "Clima de muita cobrança. Nos cobramos muito internamente por conta da vitória ainda não ter acontecido. A situação está complicada e precisamos vencer. Eu trocaria as minhas boas atuações por vitórias", disse o goleiro João Paulo.

A Chapecoense entra na rodada com apenas quatro pontos, dentro da zona de rebaixamento. Na última rodada, perdeu para o Bahia por 2 a 0.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE x CORINTHIANS

CHAPECOENSE - João Paulo; Ezequiel, Felipe Santana, Ignacio e Matheus Ribeiro; Lima, Anderson Leite e Ravanelli; Fernandinho, Kaio Nunes e Anselmo Ramon. Técnico: Jair Ventura.

CORINTHIANS - Cássio, Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo, Gabriel e Vitinho; Gustavo Mosquito, Mateus Vital e Jô. Técnico: Sylvinho.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

HORÁRIO - 21 horas.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.