Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Invicto no Brasileirão, Palmeiras conta com a estrela de Veron e vira sobre o Bragantino

Jovem de 18 anos entrou no segundo tempo, marcou o gol de empate e deu assistência para Willian virar a partida em Bragança Paulista

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

06 de setembro de 2020 | 13h07

Único invicto no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras voltou a vencer depois de dois empates. A equipe derrotou o Red Bull Bragantino de virada, por 2 a 1, em duelo válido pela oitava rodada. Apesar do calor na manhã deste domingo, com temperatura de 29ºC em Bragança Paulista, os times fizeram um jogo bem movimentado.

Insatisfeito com as últimas atuações, o técnico Vanderlei Luxemburgo apostou na entrada de Wesley na equipe. O jovem atuou aberto pela esquerda, enquanto Lucas Lima foi deslocado para o lado direito. As mudanças na formação até deixaram o Palmeiras mais criativo, mas não foram suficientes para o time sair na frente.

O primeiro tempo foi bastante disputado e equilibrado, mas sem grandes chances claras. A etapa final começou mais animada, e logo aos três minutos o Palmeiras teve gol bem anulado, porque Viña estava em impedimento quando cabeceou. Aos oito, o Bragantino abriu o placar, com Claudinho, que viu seu chute desviar em Gustavo Gómez e encobrir Weverton. Na sequência, o Palmeiras reclamou de possível pênalti após a bola ter batido no braço de Aderlan, mas o jogo seguiu.

Luxemburgo, então, resolveu fazer três substituições de uma vez. E surtiu efeito: Gabriel Veron aproveitou cruzamento de Gabriel Menino e empatou de cabeça. Ele não jogava desde março, antes da parada do futebol por causa da pandemia do coronavírus, em razão de uma lesão na coxa direita sofrida em julho, na retomada dos treinamentos. Na última quinta-feira, Veron completou 18 anos e renovou contrato até setembro de 2025.

Na parte final da partida, nem mesmo as várias substituições e a parada para hidratação travaram o jogo. As equipes passaram a se arriscar mais em busca da vitória, com a partida totalmente aberta. E o Palmeiras conseguiu a virada aos 48, quando Veron disparou pela esquerda e tocou para Willian completar para o gol.

O Bragantino praticamente não tinha tempo para buscar o empate e viu a situação ficar mais complicada com a expulsão de Morato, que deu um empurrão em Danilo. Ele havia recebido apenas o amarelo, mas o árbitro viu o lance no monitor e trocou o cartão pelo vermelho. O Palmeiras administrou os minutos finais e voltou a vencer o Brasileirão.

O resultado deixou o Palmeiras perto dos primeiros colocados, com 13 pontos. Já o Bragantino, que teve a estreia do técnico Maurício Barbieri, segue na zona de rebaixamento, com seis pontos.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 1 X 2 PALMEIRAS

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Matheus Jesus, Ryller (Uillian Correia) e Leandrinho (Bruno Tubarão); Claudinho (Morato), Artur (Hurtado) e Ytalo (Alerrandro). Técnico: Maurício Barbieri.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Willian), Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Matías Viña; Patrick de Paula (Danilo), Gabriel Menino, Zé Rafael (Bruno Henrique), Lucas Lima (Raphael Veiga) e Wesley (Gabriel Veron); Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols: Claudinho, aos 9 do segundo tempo; Gabriel Veron, aos 23 do segundo tempo; Willian, aos 48 do segundo tempo.

Cartões amarelos: Ryller, Gómez, Danilo e Vitor Hugo.

Cartão vermelho: Morato.

Árbitro: Rodrigo Miranda (RJ).

Local: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.