Rubens Chiri / saopaulofc.net 
Rubens Chiri / saopaulofc.net 

Invicto no São Paulo, Diniz já parou Jorge Jesus e venceu Carille e Ceni

Técnico tem início positivo no comando da equipe tricolor e nesta quarta-feira enfrenta o Cruzeiro

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de outubro de 2019 | 07h28

Dois dias após aceitar a proposta do São Paulo, Fernando Diniz teve o desafio de enfrentar o Flamengo no Maracanã. Até então, a equipe carioca tinha 100% de aproveitamento em casa neste Campeonato Brasileiro. Com apenas um dia de trabalho, focado mais em conversa com os jogadores e análise de vídeos da equipe e do adversário, Diniz parou o time do técnico português Jorge Jesus: empate sem gols no Rio.

Na rodada seguinte, Diniz teve sua primeira e até agora única semana cheia de treinamentos no São Paulo, antes da partida contra o Fortaleza. Do outro lado, estava o ídolo do clube tricolor Rogério Ceni, que havia acabado de retornar ao comando do time nordestino.

Com um início de jogo avassalador, o São Paulo abriu o placar e poderia ter feito mais gols ainda no primeiro tempo. No entanto, um pênalti de Reinaldo levou o Fortaleza a empatar antes do intervalo. Na etapa final, Diniz apostou em Igor Gomes e viu o meia fazer o gol da vitória por 2 a 1.

Diniz comemorou o primeiro triunfo pelo São Paulo e teve pouco tempo para preparar a equipe para enfrentar o Bahia, comandado por Roger Machado, em duelo que aconteceria quatro dias depois. Mais um confronto entre técnicos que priorizam o estilo de jogo com bastante troca de passes.

Talvez a partida em Salvador tenha sido a que mais mostrou as características de Diniz nas saídas de bola. Diversas vezes o goleiro Tiago Volpi trocava passes com os zagueiros para furar a primeira linha de marcação do Bahia. O duelo não teve muitas emoções na Arena Fonte Nova e terminou empatado sem gols.

No quarto jogo com Diniz, o São Paulo disputou o clássico contra o Corinthians no Morumbi. As equipes haviam se enfrentado quatro vezes nesta temporada, e o time tricolor vinha de um retrospecto negativo diante do rival: três derrotas e um empate, tendo perdido a decisão do Campeonato Paulista. No último domingo, porém, o São Paulo dominou o Corinthians, conseguiu furar a retranca armada pelo técnico Fábio Carille e venceu por 1 a 0. O clássico colocou frente a frente dois treinadores com estilos de jogo diferentes: Carille mais reativo e Diniz, mais ofensivo.

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.