Inzaghi vai permanecer como técnico do Milan

Filippo Inzaghi segurou-se no cargo de técnico do Milan após a derrota por 3 x 1 em casa para o Genoa e vai ficar na posição a menos que haja grandes mudanças, disse o clube nesta quinta-feira.

REUTERS

30 de abril de 2015 | 17h03

A imprensa italiana afirmou na manhã desta quinta-feira que Inzaghi poderia ser substituído pelo treinador da equipe juvenil, Cristian Brocchi, para os cinco jogos finais da temporada, na tentativa de salvar o clube de mais embaraço.

Mas um anúncio no canal de televisão do Milan informou que Inzaghi vai "permanecer no comando no Milan a menos que haja grandes mudanças".

A posição de Inzaghi ficou cada vez mais ameaçada, após uma série de quatro jogos sem vitória que deixou seu time em 10º lugar e em perigo de cair na tabela.

O Milan tem 43 pontos em 33 partidas - 33 a menos do que líder Juventus.

A derrota de quarta-feira ocorreu após o encontro do ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, dono do clube, e o empresário tailandês Bee Taechaubol para discutir a venda de participação do time.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTITALIANOINZAGHIFICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.