Ipatinga goleia Portuguesa e quebra jejum de 8 jogos

Mesmo figurando na zona de rebaixamento, o Ipatinga parece manter a hegemonia sobre as equipes que disputaram a Série B de 2007 e subiram para a elite do futebol nacional. Após vencer o Vitória, pela quarta rodada, a vítima desta rodada foi a Portuguesa. Muito eficiente nos contra-ataques, o time mineiro goleou a Lusa, por 4 a 1, neste sábado, no estádio Ipatingão, pela 13.ª rodada do Brasileirão.Com o triunfo sobre o time paulista, o Ipatinga quebrou um jejum de oito jogos sem vitórias e, com 10 pontos, deixou a lanterna da competição. A última vitória da equipe havia ocorrido no dia 1.º de junho, justamente contra o time baiano. A vitória ipatinguense enche a torcida mineira de esperança, já que, na próxima rodada, na quarta-feira, o Ipatinga visita o Coritiba, no Estádio Couto Pereira. O time paranaense também participou da segunda divisão em 2007, na qual sagrou-se campeão. Já a Lusa, 14.ª colocada com 15, recebe o Flamengo, no mesmo dia, em São Paulo.Desfiguradas devido aos desfalques, as duas equipes sentiram a falta de entrosamento nos minutos iniciais e, o excesso de passes errados, prejudicou o nível técnico da partida. Tanto que, na primeira boa investida, o Ipatinga abriu o marcador. Aos 12 minutos, após boa troca de passe, Beto foi à linha de fundo e cruzou para Rodriguinho, de cabeça, mandar no ângulo do goleiro Sérgio.A Lusa, que parecia acuada, respondeu em cobrança de falta de Sidnei. Aos 16 minutos, o meia acertou belo chute, mas Fred espalmou para linha de fundo. Sem muita inspiração, mas objetivo, o Ipatinga ampliou o marcador, novamente com Rodriguinho. Depois de vacilo da zaga Lusitana, o armador emendou belo chute da entrada da área, no canto esquerdo de Sérgio.O gol deu mais tranqüilidade para o time mineiro. Já a Portuguesa teve que se mandar para o ataque. Aos 39, Jonas passou pela zaga ipatinguense, mas chutou sem direção e perdeu ótima chance de diminuir o placar.Na segunda etapa, a Portuguesa até que tentou esboçar uma reação, mas esbarrou na velocidade do time mineiro. Com mais volume de jogo a Lusa chegou a diminuir a vantagem ipatinguense, aos 19 minutos. Após rebote do goleiro Fred, o zagueiro Halisson empurrou para as redes. Quando a Portuguesa parecia mais perto do empate, Rodriguinho tratou de esfriar os ânimos do time paulista. Aos 29, o meia cobrou o escanteio e Dias cabeceou contra o patrimônio. Empolgado, o Tigre decretou a goleada após Marinho receber em velocidade e tocar na saída do goleiro Sérgio, aos 31 da etapa final. "Estou muito feliz de voltar a marcar, principalmente, porque pude ajudar o Ipatinga a conquistar uma vitória muito importante para nossa caminhada rumo a recuperação", destacou o atacante Marinho. Pela Lusa, Wilton Goiano lamentou a falta de atenção da equipe. "Infelizmente nosso time não se encontrou em campo e, para piorar, pegou uma equipe que, apesar de estar na zona de rebaixamento, tem qualidades e soube explorar nossos erros", resumiu. Ficha técnica: Ipatinga 4 x 1 PortuguesaIpatinga - Fred; Leandro Salino, Tiago Vieira e Gian (Léo Oliveira); Léo Silva (Luciano Mandí), Augusto Recife, Paulinho Dias, Rodriguinho e Beto (Sandro); Adeílson e Marinho. Técnico: Ricardo Drubscky.Portuguesa - Sérgio; Wilton Goiano, Bruno Rodrigo, Halisson e Bruno Recife; Eric, Gavilán (Dias), Carlos Alberto (Washington) e Sidnei (Rogério); Jonas e Diogo. Técnico: Vágner Benazzi.Gols - Rodriguinho, aos 12 e aos 36 do 1º tempo. Halisson aos 19, Dias (contra) aos 29 e Marinho aos 31 minutos do 2º tempo.Cartões amarelos: Beto, Gian e Fred (Ipatinga); Wilton Goiano (Portuguesa).Árbitro: Wilson Souza de Mendonça (PE).Renda: R$ 10.055,00. Público: 2.825 pagantes.Local: Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.