Ipatinga vence Atlético Mineiro e quebra escrita

Time de Belo Horizonte nunca havia perdido para o rival, nos nove jogos disputados até este domingo

Leonardo Werner, Especial para O Estado de S. Paulo

16 de março de 2008 | 18h49

O Atlético Mineiro foi derrotado por 1 a 0, na partida disputada contra o Ipatinga, na tarde deste domingo, no estádio do Ipatingão. Foi a primeira derrota do time de Belo Horizonte para o rival. Até então, as equipes haviam disputado nove partidas, com sete vitórias para o time da capital e dois empates. O gol da vitória foi marcado por Nenê, aos 10 minutos da etapa final, dando fôlego para o Ipatinga lutar contra o rebaixamento na competição.   Com a derrota, o Atlético perdeu a chance de encostar nos líderes do campeonato. Como durante a semana o Cruzeiro perdeu para o Rio Branco no Mineirão, uma vitória colocaria os alvinegros empatados em pontos com os arqui-rivais, que caíram para a segunda colocação na tabela após a rodada deste domingo. No entanto, a equipe pouco criou durante toda a partida, desperdiçando as poucas chances que conseguiu.   Diante de sua torcida, o Ipatinga mostrou mais ânimo em campo, mesmo porque procura escapar das últimas posições na tabela da competição. O esforço foi premiado pelo gol de Nenê, após receber lançamento de Leandro Salino. O jogador finalizou com tranqüilidade, sem chance de defesa para o goleiro atleticano. A partir daí, o time da casa administrou a partida, com contra-ataques perigosos, que poderiam ter ampliado o marcador.   O Atlético permanece com 13 pontos, na quarta colocação, o que levaria o time às semifinais do Campeonato Mineiro, caso a competição se encerrasse neste domingo. A próxima partida da equipe será contra o líder do campeonato: o Tupi.   Com 18 pontos, o time de Juiz de Fora é seguido pelo Cruzeiro na classificação, com 16 pontos e um jogo a menos que os demais líderes. O Ipatinga subiu para oitavo, duas posições acima da que ocupava antes da vitória.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.