Irã pode sofrer ataque dos próprios iranianos na Copa

O Ministro do Interior da Região da Baviera (sul da Alemanha), Günther Beckstein, revelou nesta quinta-feira que está preocupado com a segurança da seleção iraniana na Copa, que poderia sofrer um ataque do próprio serviço secreto do Irã. "Um cenário que não podemos excluir é que os serviços iranianos tentem algo (contra a seleção do Irã) para culpar os Mujahedin (grupo mais conhecido da oposição iraniana, que está na lista de organizações terroristas da União Européia)", explicou Beckstein. Ao falar sobre uma possível visita do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, Beckstein revelou que, pelo menos para ele, não seria "uma visita desejada". "Ele negou várias vezes o Holocausto e isso é um crime na Alemanha", completou. O Irã está no Grupo D da Copa do Mundo da Alemanha, ao lado de Portugal, Angola e México.

Agencia Estado,

04 Maio 2006 | 13h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.