Iraniano vê treinos no Corinthians

A dois dias do clássico contra o Palmeiras, o esquema tático e a escalação do time comandado por Tite ficaram em segundo plano no Corinthians. O Parque São Jorge recebeu nesta sexta-feira a visita do iraniano Kia Joorabchian, que representa a Media Sports Investiment Group (MSI), que tenta firmar parceria com o clube pelos próximos dez anos. O jovem empresário, de 31 anos, assistiu ao treino da tribuna de imprensa do estádio ao lado do diretor de Futebol Paulo Angioni, do empresário Renato Duprat e acompanhado de um de seus assessores e uma tradutora. Após o término dos treinamentos, desceu ao gramado, dirigiu algumas palavras, em inglês, aos atletas que passavam por ele e logo foi embora. A simples presença de Joorabchian no Parque São Jorge irritou muita gente. "É um absurdo ele aparecer no clube antes de a parceria ser firmada. A impressão que se tem é a de que eles (dirigentes e MSI) já acertaram tudo e estão rindo da cara do Conselho", afirmou um dos conselheiros do Corinthians. Apesar de até o momento apenas um incipiente pré-contrato ligar o grupo estrangeiro ao clube, o iraniano vem fazendo o possível para estreitar seus laços com o Corinthians. Quarta-feira à noite, ele se encontrou no restaurante do Hotel Fasano com o técnico Tite e com Paulo Angioni para passar alguns detalhes sobre a proposta de parceria. O dirigente confirmou a reunião, mas não revelou o assunto abordado. Contou ainda que não foi a primeira vez que isso ocorreu. "Há alguns dias já tínhamos nos encontrado, mas nunca nos aprofundamos sobre nenhum tema." Tite, que tem afirmado que não pretende se manter afastado da negociação, afinal, segundo ele, a discussão estaria em outra alçada, tentou desconversar sobre a reunião, mas não se saiu bem. "Eu só fui ao encontro porque estava ao lado do presidente do clube (Alberto Dualib). A conversa é entre eles, eu não tenho nada a ver com isso", disse o treinador. Fonte segura, no entanto, garante que Dualib sequer apareceu no restaurante.

Agencia Estado,

27 Agosto 2004 | 19h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.