Iranildo pretende sair do Brasiliense

O meia Iranildo disse, nesta quinta-feira, que ?não há mais clima para jogar no Brasiliense?, depois de abandonar o treino de terça xingando o técnico Joel Santana por tê-lo deixado na condição de reserva. Revoltado, o jogador não poupou seus companheiros de equipe, insinuando que alguns atletas são protegidos pela diretoria e que chegam tarde na concentração. O jogador renovou contrato com o time do Distrito Federal no final de agosto deste ano, até dezembro de 2006, mas já falava em rescisão de contrato nesta quinta. ?A minha situação no Brasiliense é irreversível?, disse. Para o jogo desta sexta contra o Goiás, na Boca do Jacaré, o Brasiliense não contará com o meia Marcelinho Carioca, que sofreu uma lesão na panturrilha direita no último jogo contra o Juventude. Para o seu lugar, entrará Wellington Dias. Também não joga o zagueiro Dema, que foi liberado pela comissão técnica para resolver problemas particulares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.