Iraque recebe permissão para sediar partidas oficiais

A seleção e os clubes de futebol do Iraque poderão disputar jogos oficiais no país, depois de sete anos de proibição. Nesta quarta-feira, a Confederação Asiática de Futebol (AFC), anunciou que os iraquianos têm permissão para receber os adversários na cidade de Irbil.

AE-AP, Agencia Estado

15 de julho de 2009 | 10h42

Na segunda-feira, Irbil sediou amistoso entre Iraque e Palestina, vencido pelos donos da casa por 4 a 0. Foi a primeira partida da seleção no país desde 2002. Nos últimos anos, as cidades iraquianas mergulharam no caos após a invasão norte-americana.

A Federação Iraquiana de Futebol pediu à AFC que a capital Bagdá também fosse liberada para receber as partidas. Mas, por enquanto, a entidade continental ainda não aprovou a cidade.

Apesar de não ter jogado em casa, o Iraque classificou-se para a Copa da Ásia de 2007, e venceu o torneio, comandado pelo brasileiro Jorvan Vieira. Com o título, o país classificou-se para a Copa das Confederações, mas deixou a competição ainda na primeira fase, com dois empates e uma derrota.

Além da permissão para que jogos oficiais aconteçam em solo iraquiano, a AFC anunciou que Irbil será a sede de um dos grupos das Eliminatórias para o campeonato asiático sub-19. O Iraque está no Grupo C, com Arábia Saudita, Omã, Kuwait, Índia e Afeganistão.

Os clubes iraquianos também foram beneficiados com a decisão. O Irbil, campeão nacional, poderá jogar em seu estádio contra o Kuwait Sports Club, no dia 30 de setembro, pela segunda partida das quartas de final da Copa da AFC.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolIraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.