Manu Fernandez / AP
Manu Fernandez / AP

Irmão de Messi é condenado a dois anos de prisão por posse ilegal de arma

Matias, no entanto, conseguiu reverter a pena para trabalhos comunitários

Estadão Conteúdo

16 Agosto 2018 | 15h26

Matias Messi, irmão do craque Lionel Messi, foi condenado a dois anos de prisão nesta quinta-feira por posse ilegal de arma. O parente do craque do Barcelona e da seleção argentina, no entanto, conseguiu reverter a pena para trabalhos comunitários.

O jornal "La Capital", da cidade de Rosario, na Argentina, informou que o acordo se deu junto aos promotores que estavam à frente do caso. A arma foi encontrada no final do ano passado dentro do barca de Matias.

Na ocasião ele havia se envolvido em um acidente no Rio Paraná. A embarcação tinha manchas de sangue e Matias teve a mandíbula fraturada, além de ferimentos leves. O irmão do craque do Barcelona precisou passar pelo hospital em Santa Fé, na Argentina.

Depois de ser atendido, Matias, de 35 anos, chegou a ser preso preventivamente e depois aguardou o julgamento em liberdade. O advogado de Matias justificou que seu cliente bateu o barco após passar por um banco de areia e que a arma não era dele.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Messi Matias Messi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.