Friedemann Vogel/AFP
Friedemann Vogel/AFP

Irritado, Cherchesov se recusa a responder perguntas após eliminação da Rússia

Treinador viu seleção anfitriã do Mundial perder para a Croácia, nos pênaltis

Estadão Conteúdo

07 Julho 2018 | 18h38

Na saída do campo após a derrota por 4 a 3 nos pênaltis para a Croácia, depois do empate por 2 a 2 na prorrogação, e consequente eliminação da equipe nas quartas de final da Copa do Mundo, neste sábado, em Sochi, o técnico Stanislav Cherchesov mostrou um misto de consternação e irritação. Na entrevista oficial à beira do gramado, não respondeu às perguntas e quase brigou com o repórter da Fifa TV.

+ Saiba quais são os jogos e horários das semifinais da Copa do Mundo

+ Vote! Com o Brasil fora, para qual seleção você vai torcer na Copa do Mundo?

Foram três perguntas do jornalista. A primeira foi sobre a emoção que sentia naquele momento. Cherchesov apenas levantou os ombros em direção à cabeça e moveu para baixo os lábios envoltos ao seu vistoso bigode.

A segunda indagação foi acerca das orientações aos jogadores antes da disputa dos tiros livres. Ele respondeu com duas perguntas, após alguns segundos de silêncio e o microfone parado à sua frente: "Tem mais perguntas? O que você quer que eu responda?".

No terceiro questionamento, o repórter quis saber se os próprios jogadores definiram quem iria bater as penalidades. A resposta foi seca: "Sim!"

 

O jogo entre Rússia e Croácia pelas quartas de final ganhou emoção na prorrogação, após empate por 1 a 1 nos 90 minutos. Nos 30 minutos extras, os croatas fizeram 2 a 1 na primeira etapa e os russos, com gol do brasileiro naturalizado Mario Fernandes, empataram no segundo tempo da prorrogação, faltando seis minutos para acabar a partida.

Na disputa por pênaltis, melhor para a Croácia: 4 a 3. Brozovic, Modric, Vida e Rakitic fizeram para os croatas. Apenas Kovacic perdeu. Pelo lado russo, Dzagoev, Ignashevich e Kuziaev marcaram e Smolov e Mario Fernandes desperdiçaram.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.