Irritado, Felipão não explica lesão de Valdivia

A derrota para o Corinthians irritou Luiz Felipe Scolari, que reagiu com agressividade ao ser questionado sobre Valdivia. O médico do Palmeiras, Otávio Vilhena, disse que o meia chileno, que entrou no segundo tempo e foi substituído em seguida, deixou o campo porque estava travado. O que Felipão negou veementemente.

BRUNO DEIRO, Agência Estado

24 de outubro de 2010 | 20h47

"(O médico) não confirmou (que estava travado) b... nenhuma, m... nenhuma. Ele (Valdivia) tem uma fibrose apenas. E eu só o tirei para evitar outro problema. Ele não tem nada", garantiu Felipão, confirmando a presença do meia contra o Atlético-MG, no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. "Ele iniciou bem, depois segurou, então de que adiantava ficar em campo. Na quarta-feira ele vai estar em condições."

O treinador, no entanto, se complicou ao falar sobre o problema de Valdivia, que atuou durante os 90 minutos contra o Universitário de Sucre. "Um pouco ele poderia jogar hoje (domingo). Não adianta querer que eu fale tudo, vou falar o que eu quero. Ele vai jogar de acordo com o departamento médico e com minhas necessidades."

Para Felipão, a vontade de Valdivia em disputar o clássico foi decisiva para sua entrada no segundo tempo. "Eu penso e valorizo este aspecto, ele quer jogar. Faz o que pode e o que não pode, e então entra um outro."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.