Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

Irritado, Lewandowski afirma que erros da defesa foram fatais para a Polônia

Atacante do Bayern de Munique passou em branco na derrota para o Senegal

Glauco de Pierri, enviado especial / Moscou, O Estado de S.Paulo

19 Junho 2018 | 18h34

Com a presença maciça de sua torcida, a Polônia até tentou, mas não conseguiu fazer um bom jogo nesta terça-feira, no Spartak Stadium, em Moscou, e perdeu para Senegal por 2 a 1. A equipe cometeu falhas defensivas que custaram caro e agora precisará jogar por uma vitória contra a Colômbia, neste domingo, às 15 horas, em Kazan, para tentar se classificar às oitavas de final pelo Grupo H da Copa do Mundo da Rússia.

+ Estrelas do Mundial - Conheça Robert Lewandowski

+ Apesar de derrota, técnico da Polônia crê na classificação: 'Vamos nos recuperar'

O astro do time, o atacante Robert Lewandowski, estava irritado após a partida. "Um monte de coisas não saiu com o planejado. Fica muito difícil (correr atrás do placar) quando você já tomou um ou dois gols. Jogamos de forma conservadora e Senegal apenas esperou. Acima de tudo, não mostramos todo o nosso potencial, cometemos erros estúpidos e quando isso acontece, todos ficam nervosos".

"Demos dois gols de presente para Senegal. Não conseguimos retomar uma boa atuação dentro de campo. Agora precisamos nos preparar, pois temos ainda dois jogos importantes", afirmou na zona mista do Spartak Stadium.

Para Robert Lewandowski, os erros do sistema defensivo polonês foram a chave para a vitória da seleção africana. "Levamos dois gols após nossos erros. A seleção de Senegal não criou nada. Na Copa do Mundo, algo assim não pode acontecer. Não falamos dentro de campo, estivemos perdidos, e nem um pouco organizados", disse o jogador do Bayern de Munique.

 

"Contra a Colômbia, não vai ser um jogo fácil. Mas vamos jogar de forma diferente e certamente vamos jogar melhor do que jogamos hoje (segunda-feira). Então talvez o resultado seja diferente", finalizou.

Outro jogador experiente da equipe é o goleiro Wojciech Szczesny, que lamentou muito os erros, principalmente no segundo gol de Senegal. "Fomos melhores em campo, mas sofremos dois gols. O segundo gol foi lamentável. Nossos jogadores simplesmente não viram que o senegalês voltou ao campo", disse. O autor do gol, Mbaye Niang, estava fora do gramado sendo atendido e foi autorizado pelo árbitro a voltar ao campo. Ele aproveitou uma bobeada da defesa polonesa e fez o segundo gol de sua equipe.

"Certamente eu sou o único que viu que o lance era perigoso... Agora não temos mais nada a perder, vamos dar tudo no próximo jogo. O Grupo H ainda está aberto. A Colômbia era favorita e perdeu, então todo mundo tem chance. Hoje (segunda-feira) jogamos com o freio de mão puxado, acho que no nosso próximo jogo será tudo diferente", finalizou o goleiro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.