Vadim Ghirda/AP
Vadim Ghirda/AP

Irritado, Mourinho critica perguntas e abandona coletiva

Treinador não gosta dos questionamentos sobre a ausência do meia Kevin De Bruyne

AE-AP, Agência Estado

30 de setembro de 2013 | 14h12

BUCARRESTE - Irritado com as perguntas dos jornalistas, José Mourinho abandonou a entrevista coletiva que antecede os jogos da Liga dos Campeões, nesta segunda-feira. O treinador não gostou dos questionamentos sobre a ausência do meia Kevin De Bruyne na partida do Chelsea contra o Steaua Bucharest, nesta terça, e deixou mais cedo a sala de entrevistas da Arena Nationala, em Bucareste.

Mourinho ficou irritado em razão das perguntas seguidas sobre De Bruyne, cortado da partida na Romênia. O técnico se mostrou incomodado porque havia passado as últimas semanas respondendo questões sobre outro jogador, Juan Mata, que já foi reintegrado ao grupo após virar alvo de boatos sobre sua transferência.

Depois de restabelecer o jogador e desmentir os rumores, Mourinho não gostou de ver o foco das perguntas recair sobre o novo atleta ausente. "Não gosto desta tendência de vocês só perguntarem sobre os jogadores que não foram relacionados para a partida", criticou Mourinho.

Depois de reclamar, o técnico abandonou a coletiva, deixando somente o capitão Frank Lampard na bancada da coletiva, diante dos jornalistas. Antes de sair da sala, Mourinho adiantou que Eden Hazard também desfalcará o time nesta terça. "Eu cometo erros, mas tento ser honesto o tempo todo", afirmou.

Nesta terça, o Chelsea tentará se recuperar na fase de grupos da Liga dos Campeões após ser surpreendido pelo Basel logo na estreia, e diante de sua torcida, no Stamford Bridge.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolChelseaMourinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.